sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Entrevista com Loraine Pivatto

Ola Pessoal,

Então hoje venho com uma super entrevista para vocês desta vez com a autora Loraine Pivatto do Livro Perseguição Digital, veja super resenha aqui.

A Loraine foi super querida e adorei todas as respostas dela, o livro dela me fez sentir várias emoções e uma história linda e fiquei muito feliz em conhecer mais sobre ele e sobre a autora.


 1. Quem é Loraine Pivatto?
Sou uma escritora iniciante, que mora em Porto Alegre e trabalha com Informática há mais de dez anos.

2. Você lembra quando e como surgiu a sua vocação para a escrita?
Olha, eu sempre gostei de escrever e sempre tive facilidade em me expressar pela escrita, talvez até mais do que oralmente. Mas nunca tinha imaginado me tornar escritora. Não era nenhuma devoradora de livros, e o gosto pela leitura veio bem mais tarde. Quando criança eu era muito inquieta e adorava esportes, então não sobrava muito tempo e nem vontade para ler hehe Depois de adulta que os gostos foram mudando e a leitura foi se tornando um dos meus hobbys preferidos.

3. De onde surgiu a idéia para Perseguição Digital? E quanto tempo demorou para concluí-la?
A ideia surgiu pelo meu trabalho com a Informática. Com o avanço da internet e o aumento do número de usuários na rede, achei que seria interessante abordar essa questão da comunicação online como pano de fundo para um romance, já que os textos que falam sobre isso são técnicos, difíceis e muitas vezes cansativos. O meu intuito foi mostrar através da história como um usuário ingênuo e desinformado pode ter sua privacidade facilmente invadida.

Levei em torno de 4 meses para escrever o texto, que depois passou por uma revisão ortográfica e ficou engavetado por um bom tempo, até que uma editora me incentivou a publicá-lo.

4. A história sofreu muitas mudanças ao decorrer desse tempo? Você costuma pedir opinião de outras pessoas enquanto esta escrevendo? De quem?
Algumas coisas do texto original tiveram que ser alteradas, pois já estavam defasadas no momento da publicação. Mas o enredo em si não foi mexido. Costumo passar para algumas pessoas lerem (mãe, irmã, amigos) e adoro saber suas opiniões, pois tudo o que for possível melhorar é muito bem vindo. O problema de passar para amigos é que a maioria é muito bonzinho nas suas críticas hehehe

5. A personagem Joana foi inspirada em alguém? E as cenas que acontecem com ela?
Joana não foi inspirada em ninguém em específico, mas em comportamentos de algumas amigas/conhecidas que já observei. Os acontecimentos foram inventados para caracterizar uma mulher inconformada com o fim do relacionamento, deprimida com a falta de sentido em sua vida desde então e obcecada em encontrar as respostas que tanto qu eria.

6. Joana faz de tudo para ter Fernando de volta e você acha que vale tudo por amor? Pode nos dizer qual foi a maior loucura que você já fez em nome do amor?
Eu acho que quando existe amor real e recíproco, ele não admite a separação, pois sejam quais forem os problemas, os dois decidirão ficar juntos. Quando só um dos lados insiste e o outro abandona o barco nos primeiros obstáculos, aí o "amor" é questionável. Mas de qualquer forma, se um dos dois ainda acredita, que vá a luta, mas sem extrapolar os limites. Não acho que tudo é permitido. Ser desonesto e prejudicar os outros em nome de um amor, ultrapassa o limite da determinação e torna a pessoa insana e perigosa. Aí não é mais amor, é doença. Até porque já deixou de fazer bem a quem o sente e o amor tem que ser um sentimento bom, que traga aconchego e conforto.

Eu nunca fiz "loucuras" hehehe Confesso que uma vez dei umas bisbilhotadas nos e-mails de um ex (que tinha uma senha muito óbvia e ainda cadastrava dica de senha), mas nunca fiz nada com a informação, guardei pra mim. Acho que a maior "loucura" foi acreditar que a pessoa ia mudar e perder um tempo precioso esperando por isso. Nesse caso, a palavra mais adequada não é loucura e sim burrice mesmo rsrsrs

7. Que conselho você daria para uma pessoa que esta saindo de um relacionamento de anos como Joana?
Se estiver doendo, doendo muito, acreditar no velho chavão de que "com o tempo vai passar". Isso é fato.
Se o relacionamento acabou mesmo, aceitar, viver a dor inerente a qualquer separação, mas não alimentá-la. Fortificar-se e, daqui um tempo, partir pra outra. Todo o processo de mudança é difícil, às vezes bem doloroso, mas temos que entender, tentar tirar algum ap rendizado do que vivemos e nos abrirmos para o novo.

8. Atualmente vivemos em um mundo tecnologico onde o computador passou a ser parte da vida das pessoas. O que você acha disso? Quais são os pontos positivos e negativos na sua opinião?
Eu acho o computador excelente para a comunicação e para pesquisa. Facilita, e muito, a vida de todos. Também acho muito bacana a possibilidade de reencontrar antigos amigos, ex-colegas, pessoas que acabamos perdendo contato e que sem a internet dificilmente reencontraríamos. Isso eu acho fantástico! Agora, o ponto negativo que eu vejo é que algumas pessoas se escondem atrás das máquinas, por medo do contato real e uns também acabam "vendendo" uma imagem que não condiz com a verdade. É preciso ficar atento, como diz um dos títulos do meu livro, "quem vê nick não vê cara, muito menos coração" hehehe Eu particularmente não g osto de conhecer as pessoas pela internet, pois acho que nada substitui o olho no olho.

9. Eu achei super criativo os títulos que você usou? Da onde surgiu a idéia para eles?
Uma época rolaram uns e-mails entre o pessoal da informática com os Ditados Populares na Era da Informação. Achei engraçado e guardei. Dessa lista alguns tinham tudo a ver com o contexto do capítulo e então resolvi usá-los, outros adaptei e inventei.

10. Temos outra parte bem interessante no livro que é quando Joana visita um Orfanato. E você gosta de crianças? É mãe ou tem sonho de ser?
Eu adoro crianças e ainda não sou mãe. Gostaria muito, mas também não descarto a possibilidade da adoção.

11. Como foi a escolha para o título do livro e a escolha da capa?
O título foi mudado, o original era "Amor na Era Digital", mas aí achei que podia parecer uma história de pessoas se conhecendo pela internet e preferi trocar por Perseguição Digital, para ficar mais expressivo. O desenho da capa foi bolado para caracterizar bem uma mulher perseguindo um homem. Ah, a foto da mão é minha :-)

12. Como foi processo para à publicação de Perseguição Digital?
Como já mencionei, a história estava escrita há tempos e engavetada, até que encontrei com um editor que leu, gostou e me incentivou a publicá-lo. Através da editora recebi o assessoramento para todos os trâmites necessários (ISBN, registro na biblioteca Nacional, revisão, etc.) e também para a noite de autógrafos na Livraria Cultura e distribuição nas demais livrarias.

13. Você está trabalhando em algum novo projeto atualmente?
Tenho um novo que está concluído, chamado Preto no Branco e já foi enviado há algumas editoras para análise. Estou procurando por uma editora que se interesse em publicá-lo. Vamos torcer!!!!

14. Que conselho você daria a pessoas que estão começando a escrever suas próprias histórias?
Que leiam bastante, aprendam ao máximo sobre técnicas de escrita e estruturação de textos e deixem fluir a criatividade na definição de um enredo atraente. Que estejam abertos às críticas, e tenham persistência e amor pelo que fazem.

Para você:
Escrever é... uma oportunidade de proporcionar momentos prazeros os ao leitor.
Livros são... ótimos amigos que não ocupam muito espaço e podem ser requisitados e dispensados a qualquer momento.
Inspiração Literária... não tenho uma em específico.
Um livro: O caçador de pipas.
Um personagem: John (do livro Querido John)
Um(a) autor(a): Elisabeth Gilbert, Martha Medeiros
Leitura do Momento... 1984
Perseguição Digital é... o meu primeiro filho.
Amar é... estar em harmonia com o universo.
Um Sonho... escrever histórias sensacionais, oferecendo um ótimo entretenimento aos meus leitores :-)

Quer deixar um recado para os leitores?
Pessoal, foi um prazer ter respondido as perguntas da Raquel. Espero que também tenham gostado!

Quem se interessar pelo livro, pode adquiri-lo nas livrarias Cultura, Saraiva, Cameron, bem como no site da Silociano: http://www.silociano.com.br (que está com uma ótima promoção)

E quem quiser contatar comigo, o meu e-mail é loraine.pivatto@zipmail.com.br e o meu site é: http://www.lorainepivatto.com.br

Gande beijo!


Raquel Machado
Obrigada Loraine pela entrevista e pela parceria, fiquei muito feliz com seu livro e em conhecer um pouquinho mais sobre você e só tenho a desejar todo sucesso do mundo para você, pois você merece por toda sua criativade e simpatia.

E vocês meus queridos leitores não esqueçam de participar das promoções do blog esses são os últimos dias:


E vamos na contagem regressiva hein...

6 comentários:

  1. Ei Raquel,

    Eu gostei muito de Perseguição digital, legal saber que já tem outro livro da autora pronto. Na torcida para que ela consiga uma boa editora.

    bjos
    Nanda

    ResponderExcluir
  2. Hummm, fiquei anciosa pelo novo livro da Loraine, nossa conterrânea talentosa, amei o primeiro livro dela.

    Balaio de Livros.

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    Parabéns pelo blog! Estou seguindo.
    Segue lá também..

    http://estanteseletiva.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi Raquel!
    Adorei a entrevista!
    Uau, ela escreveu o livro em apenas 4 meses?
    Fiquei mais surpresa ainda de ver que, mesmo num tempo curto, pontos da história ficaram defasados ao final da escrita dela!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Olá Raquel (:
    Ainda n li o livro dela, mas já vi umas 12829 resenhas e gostei. (como eu sempre digo, mesmo n sendo meu gênero preferido)
    Todo escritor pega alguma coisa de alguém conhecido pra montar os personagens né? com ela n seria diferente.
    Ela gosta do John? :O N li o livro, só o filme. Mas ele n é isso tudo eheheh
    Martha Medeiros <3
    bjs,
    tudo por um livro.

    ResponderExcluir
  6. Depois que li sua resenha fiquei doida pelo livro, e agora lendo a resenha sinto que ele vai ter de estar na minha estante um dia...\o/...haaa você, a Leh e a Nine vão me levar a falência....kkkkkkk......mas eu amoooo ler as resenhas de vocês.....\o/...mais uma dica para minhas futuras/breves compras...kkkk....beijokas elis!!!!!!

    ResponderExcluir