quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Cinekriativa: Um Parto de Viagem

Título original: (Duo Date)
Elenco: Robert Downey Jr., Zach Galifianakis, Michelle Monaghan, Juliette Lewis, Jamie Foxx, Alan Arkin, Matt Walsh, RZA, James Martin Kelly, Mimi Kennedy, Rhoda Griffis.
Direção: Todd Phillips
Gênero: Comédia
Duração: 95 min.
Distribuidora: Warner Bros.
Classificação:
Ano: 2010
Peter Highman (Robert Downey Jr.) está longe de casa e vai ser pai pela primeira vez. Assim, tudo o que ele queria era acompanhar o parto de seu filho e para isso ele tem exatos cinco dias para chegar a Atlanta, algo que um simples vôo faria em algumas horas. Mas ele não contava em conhecer, no meio do caminho, o aspirante a ator Ethan Tremblay (Zach Galifianakis), alguém que irá transformar sua viagem de volta numa verdadeira loucura.


O filme em uma frase:
Viajar é bom mas desse jeito nem pagando!!!

Um parto de viagem é uma comédia divertida que conta a aventura de Peter Highman (Robert Downey Jr.) que só deseja uma coisa chegar em casa antes do nascimento de seu primeiro filho. Tudo estaria certo se ele não pechasse com uma figura um tanto o quanto estranha Ethan Tremblay (Zach Galifianakis), juro que só de olhar pra cara dessa criatura eu já ria sozinha. Enfim após o seu encontro com Ethan, Peter acaba sendo expulso do avião que o levaria até sua casa. Sem dinheiro e esperança Peter decide aceitar o único meio de transporte disponível no momento, o carro de Ethan. E então eles começam a viagem para cruzar o país.


O cara é tão excentrico que ele viaja com um cachorrinho e com seu pai dentro de uma lata de biscoitos, ou melhor as cinzas de seu pai. Entre compra de ervas, briga com pessoas com deficiência e uma paradinha no México, esses dois vão ter que aprender a conviver um com o outro antes que se matem. Um filme engraçado, divertido e muito bem humorado que vai te render boas risadas.
 
Trailer:



Curiosidades:
1. Um Parto de Viagem marca a segunda parceria entre o diretor Todd Phillips e o ator Zach Galifianakis, que brilhou na comédia Se Beber, Não Case! de 2009;

2. O diretor aparece em uma pequena ponta.


domingo, 24 de novembro de 2013

Bruxos e Bruxas de James Patterson

ALGUMAS EXPLICAÇÕES
Vocês devem ter percebido que ando meio sumida por aqui e nas visitas que faço aos blogs isso tem um nome "excesso de trabalho", tive que viajar a trabalho nessas três últimas semanas então ficou complicado para mim ter acesso a internet. Mas agora a coisa parece ter voltado ao normal, então assim que conseguir ir colocando minha vida virtual em dia, vou pondo em dia as visitas e comentários. Enquanto isso não me abandonem por aqui ok? Beijos



ISBN: 9788581632216
Editora: Novo Conceito
Edição:
Ano: 2013
Assunto: Fantasia
Edição : 1 / 2013
Número de Paginas : 288

Classificação:

Onde Comprar:



É como entrar em um pesadelo. Do nada, você é retirado de sua casa, preso, e acusado de bruxaria. Parece século 17, mas é o governo da Nova Ordem, e está acontecendo agora!

Sob a ideologia da Nova Ordem, O Único Que É O Único mantém seu poder à força, sem música, nem internet, nem livros, arte ou beleza. E ter menos de 18 anos já é motivo suficiente para que você seja suspeito de conspiração.

Os irmãos Allgood estão encarcerados nesse pesadelo e, para escapar desse mundo de opressão e medo, terão que contar um com o outro e aprender a usar a magia.





O livro em uma Frase:
A Nova Ordem chegou....

Ola leitores,
Hoje trago para vocês a resenha de um livro que já deu o que falar por ai na blogosfera o nome do livro é Bruxos e Bruxas do autor James Patterson. Eu já li alguns livros do autor e devo comentar que esse não foge da sua linha: uma leitura rápida, cheia de aventura e que quando você vê já chegou ao fim.  

Primeiro de tudo devo dizer que desde que vi o titulo desse livro fiquei muito ansiosa pois sou fascinada por histórias de bruxa (aliás acho que já fui uma em alguma encarnação passada), o meu problema com isso e que bem como gosto tanto disso é difícil encontrar algum livro que chegue aos pés da minha imaginação fértil. Então me aventurei a ler esse livro gostei sim, é uma história bem interessante porem para mim faltou algo.

Em Bruxos e Bruxas acompanhamos a historia dos irmãos Allgood, imagine-se em um novo mundo onde jovens são ditos como foras da lei, não é permitido escutar música, nem ler livros, internet nem pensar...e o pior são acusados de bruxaria como no século 17, sim. E assim que começa nossa história quando Whit e Wisty são arrancados de suas casas e mandados para um reformatório sendo acusados de bruxaria. Os dois não tem ideia do que esta acontecendo, porém sabem que para sobreviver vão ter que mudar sua opinião sobre várias coisas inclusive sobre a magia realmente existir.

Gosto muito da narrativa de Patterson ele consegue nos levar uma leitura fluida onde as páginas passam sem percebermos. Neste livro não é diferente os capítulos são extremamente curtos (de 1 a 5 páginas) e são intercalados entre o irmão Whit e a irmã Wisty o que achei interessante. Agora um ponto meio negativo em meu ver foi o nome dos personagens que me confudiram bastante no começo para saber quem e que estava narrando a história. O livro é dividido em três ou quatro partes agora não estou lembrada, onde em cada uma acompanhamos os irmãos em busca de respostas e da liberdade. Outro fato muito interessante do livro que eu achei e que em uma determinada parte temos um mapa (para quem gosta de livros nesse estilo) onde podemos acompanhar o caminho dos irmãos.


Sobre os personagens devo confessar que adoreiiii a Wisty apesar de ser mais jovem ela transborda confiança e magia e ela com certeza é responsável por boas partes do livro, além do seu senso de humor que não deixa passar nada em branco. Whit me faltou alguma coisa nele, achei ele meio quieto demais, faltou uma pimenta para colocar em explosão o personagem. Claro que aqui não posso deixar de falar do Unico que é o Único, apesar de não aparecer tantas vezes dá para notar a presença oniponente do mesmo e fiquei curiosa para saber mais sobre a história dele.

Concluindo para mim foi um bom livro sim...uma leitura rápida e fluída porém como disse minhas expectativas para livros de bruxas são enormes então eu senti que faltou alguma coisa, mas pretendo continuar acompanhando a série com toda a certeza.

SOBRE O AUTOR

James Patterson é um romancista nova-iorquino conhecido por seus livros de suspense, mistério e magia que agradam tanto aos adultos, quanto aos adolescentes. Ícone da cultura pop, Patterson já apareceu na série Os Simpsons e fez uma ponta, como ele mesmo, em Castle. Ganhador do prêmio Autor do Ano (2010) da Forbes, é também de James Patterson o recorde de escritor com o maior número de títulos entre os mais vendidos (76) do The New York Times. Casado com Susan Patterson, o casal vive a maior parte do tempo na Flórida. Gabrielle Charbonnet é autora do livro Sundays at Tiffany¿s com James Patterson. Vive na Carolina do Norte.



Série Bruxos e Bruxas
Livro 1 Bruxos e Bruxas
Livro 2 O Dom

Recomendo para todos que gostam de livros que misturam fantasia e ação.

terça-feira, 19 de novembro de 2013

Cante para eu dormir de Angela Morrison

ISBN: 9788561784133
Edição : 1
Ano: 2011
Número de Paginas : 351
Editora: Lua de Papel
Gênero: Drama
Classificação: (favorito)
Onde Comprar:

Cante para eu dormir revelará a dura realidade da vida, a energia firme da amizade e mostrará que o verdadeiro amor transcende tudo. O livro conta a história de Beth, uma garota que sofre bulling e passa toda sua infância sendo rejeitada por sua aparência. As únicas pessoas a aceitá-la são sua mãe e seu melhor amigo, Scott. Mas tudo isso fica para trás quando ela é convidada para ser a vocalista do coral da escola e recebe a transformação que lhe dará a oportunidade de conhecer um amor que vai além de tudo, até mesmo da própria vida. Derek é tão lindo, tão doce, tão fantástico que Beth acha que não merece, mas quer experimentar, mesmo estando a milhas de distância. Porém, existem segredos não revelados entre eles. A história reúne as mais profundas emoções humanas: decepções, tristezas, alegrias, amores e paixão, muita paixão, que ficará gravada em cada coração por muito tempo, mesmo depois do término da leitura. 

O livro em uma frase:
Uma história que vai marcar sua alma....

 Fico com medo de fazer essa resenha e não conseguir expressar em palavras tudo que ela passou para mim, mas juro que vou tentar. Existem histórias que tocam a gente de um jeito diferente, especial, que fazem a gente ficar tão fissurado que nos sentimos parte das mesmas, que mesmo depois de ler ainda conseguimos sentir ela em nossas almas. Cante para eu dormir foi esse tipo de história para mim.

Primeiro de tudo tenho que dizer que desde a primeira vez que vi esse livro senti algo diferente em relação ao mesmo, naquela época ele nem havia saído no Brasil e o nome era "Sing me to sleep", porém eu nem imaginava a imensidão de coisas que ele iria fazer eu sentir. Depois de algum tempo (bom tempo) eu consegui trocar o livro pelo skoob e fiquei muito feliz e ao folhear ele levei meu primeiro grande impacto ao ver fotos no final do livro, pois essa história é baseada na história de Matt Quaife, membro do Coro de Jovens do Amabile – que realmente existe (www.amabile.com). Livros/filmes assim mexem demais comigo ainda mais por saber que isso realmente aconteceu com alguém.

Quem nos conta a história é Beth que tem grandes problemas com sua aparência, na escola todas a chamam de "A Fera" e quando ela nasceu a primeira coisa que seu pai disse "Nossa como é feia", imaginem a auto-estima de uma garota assim. O único amigo que ela tem é Scott, seu fiel escudeiro, que sempre é doce e gentil com ela.
 - Por que você não me odeia?
Ele encolhe os ombros.
- Sou masoquista.
Eu rio.
- Obrigada, Príncipe Encantado.
- À suas ordens, Bela
(Scott e Beth – pag 282)

Porém ao oposto de sua aparência Beth tem uma voz deslumbrante o que faz o seu coro "Cantoras da Juventude Bem-Aventurada" ganharam uma chance de participar do concurso na Suiça com sua música "Leve-me para casa", sendo assim Beth recebe uma transformação completa passando de A Fera para A Bela.

E é lá na Suiça que ela encontra Derek, o cantor principal do coro do Amabile (esse coro realmente existe), doce, gentil e misterioso, faz o mundo de Beth virar de cabeça para baixo. Surge então um amor sem igual entre os dois, bem mais do que paixão ou atração mais um encontro de almas regidas por música. Eles vivem um fantástico conto de fadas entre momentos roubados e frases impactantes.

- A que horas você estará livre hoje?
- Tenho umas duas horas depois do almoço.
- São minhas.
(Derek e Beth – pag 143)

Porém a realidade chega dura e taciturna ao voltarem para casa, Derek começa a se afastar lentamente de Beth que não consegue tirar o garoto da cabeça. Enquanto seu amigo Scott parece sempre estar ao seu lado, apoiando ela em todos os momentos complicados. Derek possui um grande segredo que poderá ser a destruição de tudo, basta saber até que ponto o amor poderá os salvar.

- Quando o Derek se destruir, você cairá em si e voltará para mim. – chega mais perto e sussurra: - Só não vá dormir com Ele, tá? Hoje quase o atropelei com minha picape quando vi você descendo da moto.
(Scott para Beth – pag. 218)

O que dizer de uma história tão linda, nem tenho palavras, em Cante para eu dormir, vários temas são abordados como o bullying que Beth enfrenta constantemente, a verdadeia amizade entre ela e Scott, e o amor puro  que nasce entre ela e Derek. Foram vários sentimentos que me atravessaram ao ler as páginas desse livro, tantos que nem sei quais citar, só sei que a partir da metade do livro estava esparramada em lágrimas, pois já presentia o final de tudo o que fez meu coração sofrer. A maneira como Angela descreveu o amor foi realmente linda, e mais que isso como temos que dar importância a cada minuto de nossas vidas, os receber como um grande presente.

Achei linda as partes em que Derek pede para Beth cantar para ele dormir, dai o título do livro, aliás fiquei sabendo que algumas canções do livro realmente existem como "A canção de Beth". E no livro temos vários versos jogados que ficavam me fazendo pensar em como seriam as melodias deles.
- Seu coração. É tudo quero. É a melhor coisa que você pode me dar.
- Você o roubou antes mesmo de nos conhecermos.
- Não quero ser uma ladra. Quero que seja dado por você.
Seus braços me apertam e sua boca toca a minha outra vez.
- É seu, Beth – suas palavras fluem em minha alma e me entrelaçam em um monte de nós. – Você sabe que é seu.
(Derek e Beth – pag 236)

Sobre os personagens eles não poderiam ser mais perfeitos, Beth é a típica garota de 17 anos com problemas de auto-estima, incrivelmente ela não me irritou com suas atitudes pois acho que consegui me colocar no lugar da mesma, e achei mais interessante ainda em ver como ela amadureceu tanto após toda a leitura. Scott parece não existir, ele realmente é um doce, gentil e paciente sempre oferecendo a Beth tudo que ela possa desejar. Derek, parece realmente não existir e muitas vezes me via como Beth pedindo se ele realmente existia, o que mais me chamou atenção em seu personagem foi o modo de ele ver a vida, o que para mim foi lindo demais. Para mim Scott foi o cara real, aquele que realmente existe que nos apoia e nos oferece algo real, enquanto Derek foi o príncipe encantado, aquele que toda garota sonha em conhecer.

- Era uma vez uma fera terrível que conheceu um lindo príncipe. O príncipe viu o sofrimento da fera e deu-lhe um beijo mágico.
- Eu sou a Fera, Beth.
- Shhh. – ponho os dedos sobre sua boca. – O beijo mágico mudou a Fera para sempre. Ela se tornou human. Aprendeu a amar e amou o príncipe com todo o seu coração.
- E ele a amou também.
(Derek e Beth – pag 313)

Sinto me feliz por poder compartilhar meus sentimentos com vocês após acabar esse livro, o final não foi exatamente aquilo que eu esperava mas devo dizer que foi realmente lindo a maneira como a autora descreveu. Foram poucos os livros que conseguiram me fazer chorar e esse com certeza esta na lista. Virou um dos meus favoritos.

SOBRE A AUTORA
Angela Morrison formou-se na Universidade Brigham Young e recebeu o título de Mestre em Escrita para Crianças e Jovens na Vermont College. Vive em Mesa, Arizona.
Homepage: www.angela-morrison.com




SPOILER: Ao final temos uma nota da autora onde ela fala sobre as semelhanças entre Derek (personagem do livro) e Matt (o garoto real em que ela se baseou). Matt fazia parte do coral do Amabile e temos algumas fotos suas ao final do livro. Ele morreu aos 18 anos devido à fibrose cística. A autora deixa um link também para quem gostaria de saber mais sobre essa doença e com certeza isso foi uma das coisas que mais mexeu comigo.

Concluindo é um livro lindo acima de tudo, com uma história triste e reflexiva, um livro que vai tocar seu coração e sua alma. Só um conselho prepare-se com uma caixa de lenços pois com certeza essa história vai te emocionar. Super recomendo.
Raquel Machado

sábado, 16 de novembro de 2013

Lançamentos Novo Conceito Novembro

Ola,
Então hoje trago para vocês alguns lançamentos da queridíssima Novo Conceito


Quero Ser Seu de Bella Andre
Ryan Sullivan sempre gostou muito de Vicki, a quem conheceu na adolescência, quando ela lhe salvou a vida: no estacionamento da escola, um carro desgovernado só não o atropelou porque Vicki o empurrou para longe. Desde então, eles se tornaram melhores amigos — pelo menos, melhores amigos até onde um homem e uma mulher lindos e sedutores conseguem ser...

O tempo passou, Vicki casou-se e se separou, e Ryan seguiu sua vida de solteiro. Até o dia em que Vicki pediu-lhe um favor: será que Ryan poderia fazer as vezes de seu namorado para afastá-la de um homem mal-intencionado e pegajoso?

Ryan não negaria esse favor a sua amiga, de forma alguma... Não só pelo carinho que nutre por ela, mas também por uma característica de sua personalidade: Ryan faz o tipo protetor (o tipo de homem com que toda mulher sonha em algum momento da vida).

Agora, depois de brincarem de namorados, será que os dois conseguirão manter a amizade de sempre?
A casa do Céu de Sara Corbett 
O relato dramático e libertador de uma mulher cuja curiosidade a levou até os lugares mais bonitos e remotos do mundo, seus países mais instáveis e perigosos, e também a passar quinze meses em um angustiante cativeiro — uma história de coragem, resiliência e beleza. “Este é um dos livros mais marcantes que eu já li. Angustiante, esperançoso, belo, libertador e verdadeiro, ele fala sobre desumanidade e humanidade, algo que, de algum modo, parece ser profundamente antigo e completamente moderno. É bonito, devastador e heroico — um grito de rebeldia, ao mesmo tempo em que é um humilde chamado à oração.” Elizabeth Gilbert, autora de Comer, Rezar e Amar e The Signature of All Things “A Casa do Céu é a história dramática, contada de maneira magistral, sobre a busca incessante de uma jovem para criar uma vida grandiosa, contra todas as expectativas. A jornada de Amanda Lindhout é única, uma aventura épica que vai do pitoresco ao contundente, onde o que está em jogo é absolutamente tudo. Com uma clareza e uma honestidade incríveis, Lindhout e Corbett confirmam duas coisas: ninguém será capaz de esquecer este livro — ou de fechá-lo antes de chegar ao fim.” Susan Casey, autora de A Onda “Um livro maravilhoso e marcante, que mostra o terrorismo internacional num nível extremamente pessoal. A perseverança de Lindhout se faz brilhar em cada página.” Jane Mayer, autora de The Dark Side “Neste livro lírico e inspirador, Amanda Lindhout descreve a capacidade do ser humano para cometer crueldades. Mesmo assim, ela também traz à vida a compaixão profunda e a coragem que residem em todos nós. Uma história de beleza, inteligência e tenacidade, A Casa do Céu nos mostra o poder e a importância da perseverança, esperança e perdão.” David Rhode, colunista da Reuters e vencedor do prêmio Pulitzer, autor de A Rope and a Prayer e Beyond War “Um relato vívido e emocionante sobre como Amanda manteve viva a luz interior e o espírito do perdão, mesmo quando se encontrava no coração das trevas.” Eckhart Tolle, autor de O Poder do Agora e Um Novo Mundo: o despertar de uma nova consciência “A Casa do Céu é uma história impressionante de força e sobrevivência. Às vezes é brutal, mas é sempre bela, conforme Amanda Lindhout descobre que, na luta pela própria vida, suas armas mais poderosas são a esperança e a compaixão.” Jeannette Walls, autora de O Castelo de Vidro e The Silver Star 

Dente Por Dente de Siobhan Vivian

Depois dos acontecimentos do homecoming, Reeve foi parar no hospital, com uma perna quebrada, e seu futuro como atleta está ameaçado. As meninas se sentem culpadas por toda a situação. Não esperavam que as consequências do plano fossem tão graves. Quase perderam o controle. Já que Reeve está mais arrogante do que nunca, o jeito será aplicar nele uma dose do seu próprio veneno e esperar que aprenda a lição. O acidente no baile deixou marcas profundas na consciência de Lillia, Kat e Mary. Sentimentos como amizade, lealdade e ódio se misturam, questionamentos sobre limites... Alguns segredos são mais difíceis de guardar. Aliás, o que são essas coisas estranhas que estão acontecendo com Mary? À medida que Lillia, Kat e Mary descobrem verdades incômodas sobre os moradores da ilha, percebem também que não se conheciam como pensavam. Cada vez mais elas lidarão com o sentimento de que talvez tenham ido longe demais...

O Dom  de James Patterson
Os irmãos Allgood nunca desistem de lutar contra os poderes autoritários e desumanos d’O Único Que É O Único, mas, agora, eles estão sem Margô — a jovem e atrevida revolucionária; sem Célia — o grande amor de Whit; e sem seus pais — que provavelmente estão mortos... Então, em uma tentativa de esquecer suas tristes lembranças e, ao mesmo tempo, continuar seu trabalho revolucionário, os irmãos vão parar em um concerto de rock organizado pela Resistência onde os caminhos de Wisty e de um jovem roqueiro vão se cruzar. Afinal, Wisty poderá encontrar algo que lhe ofereça alguma alegria em meio a tanta aflição, quem sabe o seu verdadeiro amor... Mas, quando se trata destes irmãos, nada costuma ser muito simples e tudo pode sofrer uma reviravolta grave, do tipo que pode comprometer suas vidas. Enquanto passam por perdas e ganhos, O Único Que É O Único continua fazendo uso de todos os seus poderes, inclusive do poder do gelo e da neve, para conquistar o dom de Wisty... Ou para, finalmente, matá-la.
E ai o que acharam das novidades???

Raquel Machado

sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Lançamentos Editora Arqueiro de Novembro

Ola,
Finalmente trago o post com os lançamentos da Editora Arqueiro para vocês:



Album de Casamento da Nora Robert

Primeiro livro da série Quarteto de Noivas, Álbum de casamento conta uma linda história de amor, amizade e família – e daqueles momentos imprevisíveis que transformam uma imagem bonita numa verdadeira obra de arte.

Quando crianças, as amigas Parker, Emma, Laurel e Mac adoravam fazer casamentos de mentirinha no jardim. E elas pensavam em todos os detalhes. Depois de anos dessa brincadeira, não é de surpreender que tenham fundado a Votos, uma empresa de organização de casamentos bem-sucedida.

Mas, apesar de planejar e tornar real o dia perfeito para tantos casais, nenhuma delas teve no amor a mesma sorte que tem nos negócios. Até agora.

Com várias capas de revistas de noivas no currículo, a fotógrafa Mac é especialista em captar os momentos de pura felicidade, mesmo que nunca os tenha experimentado em sua vida.

Por causa da separação dos pais e de seu difícil relacionamento com eles, Mac não leva muita fé no amor. Por isso não entende o frio na barriga que sente ao reencontrar Carter Maguire, um colega de escola com o qual nunca falara direito.

Carter definitivamente não é o seu tipo. Professor de inglês apaixonado pelo que faz, ele cita Shakespeare e usa paletó de tweed. Por causa de uma antiga quedinha por Mac, fica atrapalhado na frente dela, sem saber bem como agir e o que falar. E mesmo assim ela não consegue resistir ao seu charme.

Agora Carter está disposto a ganhar o coração de Mac e convencê-la de que ela é capaz de criar suas próprias lembranças felizes.

Paixão sem limites da Abbi Glines
Blaire Wynn não teve uma adolescência normal. Ela passou os últimos três anos cuidando da mãe doente. Após a sua morte, Blaire foi obrigada a vender a casa da família no Alabama para arcar com as despesas médicas. Agora, aos 19 anos, está sozinha e sem lugar para ficar. Então não tem outra escolha senão pedir ajuda ao pai que as abandonara.

Ao chegar a Rosemary, na Flórida, ela se depara com uma mansão à beira-mar e um mundo de luxo completamente diferente do seu. Para piorar, o pai viajou com a nova esposa para Paris, deixando Blaire ali sozinha com o filho dela, que não parece nada satisfeito com a chegada da irmã postiça.

Rush Finlay é filho da madrasta de Blaire com um famoso astro do rock. Ele tem 24 anos, é lindo, rico, charmoso e parece ter o mundo inteiro a seus pés. Extremamente sexy, orgulha-se de levar várias garotas para a cama e dispensá-las no dia seguinte. Blaire sabe que deve ficar longe dele, mas não consegue evitar a atração que sente, ainda mais quando ele começa a dar sinais de que sente a mesma coisa.

Convivendo sob o mesmo teto, eles acabam se entregando a uma paixão proibida, sobre a qual não têm nenhum controle. Mas Rush guarda um segredo que Blaire não deve descobrir e que pode mudar para sempre as suas vidas.

Paixão sem limites – primeiro volume da trilogia Sem Limites, que vendeu mais de 500 mil exemplares como publicação independente – é um livro romântico, sexy e intenso, que vai conquistar os leitores e deixá-los ávidos pela sequência..


Feliz Natal, Alex Cross de James Patterson
É véspera de Natal, tempo de paz e fraternidade

Infelizmente nem todos pensam assim. Após deter um ladrão que estava roubando a caixa de doações da igreja, tudo o que Alex Cross quer é ter uma noite feliz com sua família. Mas, para tristeza de seus filhos, de Bree e de Nana Mama, o detetive será convocado para solucionar não apenas um, mas dois casos no feriado.

Numa bela mansão, uma família é mantida refém

Alex atravessa a cidade rumo a uma das regiões mais nobres de Washington. Henry Fowler, um famoso advogado que viu sua vida e sua carreira serem arruinadas, ameaça matar os filhos, a ex-mulher e seu novo marido. Psicótico e viciado em metanfetamina, Fowler precisa ser detido. Mas a pergunta que não sai da mente do psicólogo que habita em Cross é: o que faria alguém tão bem-sucedido afundar dessa maneira?



Raquel Machado



quarta-feira, 13 de novembro de 2013

CineKriativa: Percy Jackson e o Mar de Monstros

Titulo Original: Percy Jackson and the Sea Of Monsters
Elenco: Logan Lerman, Rosario Dawson, Uma Thurman, Nathan Fillion, Anthony Head, Sean Bean, Steve Coogan, Kevin McKidd, Catherine Keener, Leven Rambin, Missi Pyle, Mary Birdsong e Yvette Nicole Brown.
Direção: Thor Freudenthal
Gênero: Aventura
Distribuidora: Fox Film
Estreia: 16 de Agosto de 2013
Classificação:

Percy Jackson e o Mar de Monstros narra as novas aventuras de Percy e seus amigos na busca do Velocino de Ouro, o único artefato mágico capaz de proteger o Acampamento Meio-Sangue da destruição. É com essa missão que ele e outros campistas partem para uma eletrizante viagem pelo Mar de Monstros, onde deparam com seres fantásticos...


O livro em uma frase/pergunta:
Oh Deus porque fazem isso com as histórias???

Hoje vim trazer mais uma opinião de filme para vocês o qual é claro tinha que ir ver no cinema. Acho Rick Riordan o pai da mitologia nos dias de hoje, e gosto muito do jeito como ele escreve com uma dinâmica impecável que nos faz devorar seus livros. Sou totalmente fã dele e não podia deixar de ir ver no cinema. Torcendo para eles não distorcerem muito a história fomos eu e meu excelentíssimo (também fã da série) e qual minha decepção ao ver que sim eles podiam ter destruido mais do que no primeiro livro.


Nessa história  continuamos acompanhando Percy em sua jornada. Desta vez ele esta maior e vai ter que enfrentar poucas e boas para salvar o acampamento meio-sangue se aventurando em uma missão através do mar dos monstros junto com sua amiga Anabeth e seu fiel escudeiro Groover, eles saem em busca do velocino de ouro e Percy atrás de uma resposta de seu destino. 

Como começar...para quem conhece a série de Rick sabe que os personagens são crianças no início e vão crescendo em cada um dos livros, como no Harry Potter...e isso por si só já estragou metade do filme, já que o primeiro filme foi feito há alguns anos e os atores agora estão com cara bem mais velhos o que não condiz nada com a idade deles nos livros. Segundo a crise existencial de percy nesse filme me irritou muitas vezes , pois não temos isso no livro e o que eu achei totalmente desnecessário ele duvidando de si o tempo todo e com a história de "meu pai não me ama" me deu enjoos. Devo contar também que existem várias cenas do livro que não foram inseridas no filme (como a ilha da Cercy) enquanto outras foram inventadas totalmente.


Mas o que mais me deu nos nervos foi eles terem colocado cenas do final da série neste filme, primeiro pensei que eles não queriam mais continuar, mas parece que deixaram uma brecha no final...enfim para mim destruíram totalmente uma história maravilhosa e fantástica que tinha tudo para ser um sucesso.

Se você é um fã das séries como eu aviso quer ir assistir vá, mas não espere muita coisa...pois infelizmente o filme deixou muito a desejar.


CURIOSIDADES:
1. Thor Freudenthal ('Diário de um Banana') foi contratado para comandar a sequência.

2. Nathan Fillion ('Serenity') será o deus Hermes, pai do vilão Luke (Jake Abel).

3. Anthony Head, o Giles do seriado 'Buffy - A Caça Vampiros, vai interpretar Chiron, vivido por Pierce Brosnan no original.

4. Missi Pyle, Mary Birdsong e Yvette Nicole Brown foram contratadas para interpretar as três Moiras, as irmãs que conseguem prever o futuro tecendo uma manta.

5. Scott Alexander e Larry Karaszewski ('O Agente Teen') roteirizam.

6. 'Percy Jackson: O Ladrão de Raios' foi dirigido por Chris Columbus (dos dois primeiros 'Harry Potter'), e arrecadou medianos US$ 88 milhões nos EUA. Columbus ficará como produtor.


7. Baseado em "O Mar de Monstros", segundo livro da série literária escrita por Rick Riordan.

8. Rick Riordan, autor dos romances, inventou o mundo de "Percy Jackson" ao contar histórias baseadas na mitologia grega para o seu filho.

9. Na segunda aventura, Nathan Fillion assume o papel de Dylan Neal como Hermes e Stanley Tucci vive o deus Dionísio, que foi interpretado por Luke Camilleri no primeiro filme. Já Anthony Head fica no lugar de Pierce Brosnan como Chiron.

10. Alexandra Daddario pintou o cabelo de loiro para seu papel no filme.

11. O ator Robert Maillet vive dois personagens muito diferentes em Percy Jackson e o Mar de Monstros: o ciclope Polifemo e o gigante Lestrigão.

12. Como o primeiro não se saiu muito bem nas bilheterias, muitos consideravam que não haveria uma continuação. A Fox, no entanto, resolveu apostar na franquia.

Trailer:

domingo, 10 de novembro de 2013

A Maldição do Titã de Rick Riordan

ISBN:  9788598078588
Coleção:  Percy Jackson & Os Olimpianos
Volume: 4
Páginas: 336
Edição: 1
Editora:  Intrinseca
Ano: 2009
Assunto:  Infanto-Juvenis - Literatura Juvenil
Classificação: (favorito)
Onde Comprar:

Aguardado com ansiedade pela grande rede de fãs da série Percy Jackson e os Olimpianos, A Maldição do Titã dá continuidade à elogiada combinação de mitologia, aventura e muita ação que se tornou sucesso entre o público jovem brasileiro.

Nesse terceiro livro da série, um chamado do amigo Grover deixa Percy a postos para mais uma missão: dois novos meios-sangues foram encontrados, e sua ascendência ainda é desconhecida. Como sempre, Percy sabe que precisará contar com o poder de seus aliados heróis, com sua leal espada Contracorrente... e com uma caroninha da mãe. O que eles ainda não sabem é que os jovens descobertos não são os únicos em perigo.


O livro em uma frase:
Uma nova aventura...

Hoje trago mais uma resenha para vocês o livro da vez foi emprestado pelo meu excelentíssimo namorado da série percy jackson "A Maldição do titã". Este é o terceiro livro da série e após ter visto o filme do Mar de Monstros no cinema tive que pegar o livro para ler para tirar aquela sensação ruim que o filme deixou. O que posso dizer sobre esse livro é que ele não chegou a ser meu favorito, mas foi legal e gostei muito da "sacada" do final da história.

Em A maldição do titã acompanhamos Percy que agora esta com 14 anos recrutando novos meio sangues para o acampamento só que nessa missão uma coisa muito ruim acontece. Anabeth é sequestrada por um ser chamado Espinheiro a comando de um tal General. Nessa missão também conhecemos uma das deusas muito legais da mitologia grega Artemis, e suas caçadoras que bem não são nada do que eu imaginava, o que acontece é que Artemis acaba desaparecendo também, o que nos leva a tchan...tchan...tchan...tchan... a uma nova missão. Resgatar Artemis e Anabeth antes que seja tarde. Assim Percy sai em companhia de Thalia a filha de zeus, Zoe doce amarga uma caçadora experiente, Bianca uma recém-descoberta meio sangue e Groover para enfrentar mais monstrinhos e cumprir mais uma das profecias do oráculo.

A escrita de Rick continua cheia de detalhes que me impressionam e me deixam entusiasmada referente a própria mitologia, apesar de nesse livro eu ter que confessar que algumas vezes me senti meio perdida em sentido de onde eles estavam exatamente na localização do mapa e para onde iam. Os títulos dos capítulos continuam com sua frases hilárias que eu acho super divertidas. O livro é rápido de ler e tem uma fluidez muito boa. Se tinha erros me passaram despercebidos.

Os personagens estão amadurecendo e podemos ver isso em suas ações e sentimentos o que é bem legal de acompanhar. Percy continua meio atrapalhado, muito corajoso e com tiradas divertidas, enquanto Groover esta um tanto o quanto diferente com seu sentimentalismo a toda. Thalia devo dizer que esperava um pouco mais dela, ela me pareceu confusa e perdida demais em diversas partes. Adorei como já disse a aparição de Artemis e de um ser um tanto quanto único o pegasus preto Black Jack que foi de grande ajuda aos heróis.

Apesar de toda mitologia e aventura devo confessar que esse livro não me prendeu muito, não sei explicar bem o porque mas parece que fiquei distante a maior parte da história vendo tudo acontecer de fora, não consegui me conectar com o enredo ou os personagens, mesmo assim foi um ótimo livro que me gerou horas agradáveis com certeza.

O que mais me chamou atenção foi o desfecho do livro, descobrir quem estava por trás do nome General me deixou mais feliz com certeza e deu um toque especial a toda história, claro que não vou contar aqui senão seria um super spoiler...mas me agradou muito, tanto isso quanto a audiência com os grandes deuses onde me senti um pouquinho mais próxima de Percy e de tudo que acontecia.

SOBRE O AUTOR

Richard Russell “Rick” Riordan, Jr., mais conhecido como Rick Riordan nasceu em Santo Antônio, Texas no dia 5 de Junho de 1964. Frequentou Alamo Heights High School, em Santo Antonio. Trabalhou como editor do jornal da escola e ganhou o terceiro lugar no estado para a UIL de escrita. Também teve problemas por publicar um jornal clandestino que zombava da escola. Começou a faculdade na North Texas State (porque achava que queria ser um guitarrista, e eles tinham o melhor programa de música), mas, em seguida, foi transferido para a Universidade do Texas em Austin. Tem certificado para ensinar Inglês e História da UT Santo Antonio. Gosta de ler, nadar, tocar guitarra, e viajar com  sua família. Também joga videogame com seus filhos (World of Warcraft ou jogos no Wii).

Série Percy Jackson e os Olimpianos
1.O Ladrão de Raios
2. O Mar de Monstros
3. A Maldição do Titã
4. A Batalha do Labirinto
5. O Último Olimpiano
6. O Arquivo do Semideus
7. Diários do semideus

Mais em:
http://percyjacksonbr.com/rick-riordan/

Raquel Machado
Concluindo foi um livro bom não ótimo...mas que valeu a pena ter lido e agora posso dizer que estou ansiosa para vero que vai acontecer na próxima aventura de Percy, afinal estamos chegando aos 16 anos e a grande profecia se aproxima.

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

CineKriativa: Jack - O Caçador de Gigantes

Título original: Jack the Giant Slayer
Elenco: Nicholas Hoult, Ewan McGregor, Stanley Tucci, Bill Nighy, John Kassir, Eleanor Tomlinson.
Direção: Bryan Singer
Gênero: Aventura
Duração: 114 min.
Distribuidora: Warner Bros.
Orçamento: US$ 195 milhões
Ano de produção: 2013
Classificação:
 
'Jack - O Caçador de Gigantes' conta da história de uma guerra antiga que se reinicia quando um jovem trabalhador do campo abre inconscientemente um portal entre o nosso mundo e uma raça de gigantes apavorantes. Soltos na Terra pela primeira vez depois de séculos, os gigantes tentam reconquistar seu território que foi perdido, forçando o jovem Jack (Nicholas Hoult) a entrar na batalha de sua vida para impedi-los. Lutando por um reino e seu povo, e pelo amor de uma corajosa princesa, ele fica frente a frente com os guerreiros incansáveis que ele pensava ser apenas uma lenda e recebe a chance de ele mesmo se tornar uma lenda também. 


O filme em uma frase:
Mais um conto de fadas que vira filme.

Os contos de fada estão cada vez mais assumindo lugares de filmes nas telonas como foi com A branca de neve, joão e maria, chapeuzinho vermelho e agora chegou a vez de Jack e o pé de feijão (acho que é assim). Foi um filme interessante cheio de rimas, bastante aventura e que me agradou por assim dizer. 

Em Jack o caçador de gigantes conhecemos o campones Jack que vai vender seu cavalo na cidade, alias o cavalo de seu tio, e acaba trazendo em troca do mesmo um saco de feijões...o que os torna tão especial...bem é que eles são mágicos e levam para uma terra muito perigosa onde vivem gigantes terríveis que juraram se vingar dos humanos. E o que ha de pior para acontecer acontece o feijão cai no chão e o pé de feijão cresce levando consigo a bela princesa pela qual o jack esta caidinho e o que acontece depois vocês já podem imaginar muito aventura.

 
Eu gostei muito dos efeitos especiais do filme, acho que deve ter sido muito legal ver o mesmo em 3D os gigantes realmente são assustadores e horrendos, gostaria de ter visto um pouco mais do mundo dos gigantes que não aparece tanto no filme. A atuação dos atores é boa gostei do ator que interpretou Jack, apesar de achar que faltou um "brilho" nele. Não sei explicar sabe quando você acha o personagem meio mortinho, a princesa me agradou pelo fato da coragem e de não ficar somente choramingando apesar de ser impetuosa demais até algumas vezes metendo vários em frias por sua causa. 

Concluindo foi um bom filme com vários efeitos especiais e muita aventura para quem gosta de fantasia vale a pena assistir.
 
CURIOSIDADES
1. Inicialmente intitulado Jack - O Matador de Gigantes (Jack the Giant Killer).

2. Versão para os cinemas da clássica história "João e o pé de feijão".

3. Christopher McQuarrie (Operação Valquíria) roteiriza.


4. Terceiro longa que Bryan Singer realiza com o roteirista Christopher McQuarrie. Os anteriores foram Os Suspeitos (1995) e Operação Valquíria (2008).

5. Aaron Johnson (Kick Ass – Quebrando Tudo) e Andrew Garfield (O Espetacular Homem-Aranha) estiveram cotados para o papel principal.

Trailer: