sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Review de Cinema: Cinquenta Tons de Cinza

Ola Leitores,
Hoje trago uma super novidade. Eu e meu excelentíssimo noivo Marcelo Brinker somos cinéfilos de carteirinha e decidimos nos lançar em uma nova atividade: gravar vídeos da opinião sobre o filme que assistimos.
Para estrear escolhemos um filme que todo mundo anda falando: Cinquenta Tons de Cinza!!! Venham ver nossa opinião sobre esse tão falado filme...
 
 
 
Espero que tenham gostado do vídeo, e comentem por aqui.
 
Gostaram?
Não gostaram?
Dicas para os próximos?
Beijos

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Entrevista com a autora Paula Ottoni

Ola Leitora,
 
Hoje trago uma entrevista muito especial com a querida autora Paula Ottoni dos livros: Uma Princesa em meu Lugar e A Destinada.
 
A Paula é uma fofa, eu queria ler os livros dela faz algum tempo, então decidi entrar em contato e conseguimos fechar uma parceria muito legal o que me resultou aos livros autografados super fofos. Obrigada Paula.
 
Então adorei conhecer um pouquinho mais da Paula, ela é uma querida e espero que vocês também gostem da entrevista. Não esqueçam de comentar. Beijos. 
 
 
 
1 - Quem é Paula Ottoni?
Eu diria que uma escritora apaixonada e dedicada, mas antes de tudo uma garota alegre, sensível e meio nerd (rs) que adora chocolate, viajar e viver no mundo da fantasia. 
 
 
 
2- Você lembra quando e como surgiu a sua vocação para a escrita?
Desde pequenininha eu já mostrava grande interesse por essa área. Mesmo que dissesse que queria ser dentista, professora, cabeleireira, etc, eu já passava horas criando histórias, fazendo livrinhos ilustrados e escrevendo tramas completamente sem sentido em papel de caderno (minha mãe guarda essas coisas até hoje numa pasta). Quando fiquei um pouco maior, 12, 13 anos, não consegui mais fugir e comecei a sentar no computador regularmente para escrever um livro que havia criado. A partir daí não teve mais volta.
 
3 - Quantos livros você já escreveu? E quantos já publicou?
Tem o tal primeiro, dos treze anos (não publicado), “Uma Princesa em Meu Lugar” (publicado pelo site Bookess), “A Destinada” (impressão independente), Half Moon (meu ebook em inglês à venda na Amazon), e o próximo que está por vir pela Gutenberg, que é o primeiro de uma trilogia de fantasia. Tenho mais outros livros escritos, de uma trilogia não publicada, nos quais ainda pretendo trabalhar.
 
4- Há algum tema específico sobre o qual você goste de escrever?
Adoro escrever fantasia, e é nisso que gostaria de focar. Desde high fantasy a um pequeno elemento místico, incluir isso em minhas histórias me deixa sempre muito empolgada. Escrever para o público jovem, no geral, me atrai, e penso até em um dia variar um pouco a faixa etária e direcionar algo para os mais novinhos, assim como fazer histórias em que o romance só tenha elementos de realidade.
 
5 - Como é o seu processo criativo?
As histórias borbulham na minha mente, às vezes mais de uma de uma vez só, e aí preciso decidir em qual me dedicar. Então rascunho as ideias, planejo os capítulos e começo a escrever, tentando criar uma regularidade nas “sentadas” para digitar.
 
6 – Qual foi o momento que te marcou mais nessa carreira de escritora?
Com certeza o momento em que assinei o contrato com a editora (Gutenberg). É quando você fica extremamente feliz e aliviada que depois de tanto trabalho, luta e desesperança, seu sonho se realizou. É indescritível. A gente sabe que depois daquilo ainda tem muito trabalho por vir, mas você sente uma sensação de segurança e amparo e vê que pode haver uma esperança em seguir essa carreira para o resto da vida.
 
7 - Quando você escreve, já sabe qual será o desfecho da trama ou a história dita as regras?
Essa é uma pergunta muito interessante, porque parece variar de livro para livro, mas para mim, em grande parte das vezes, a história acaba ditando. Eu planejo, claro, defino o destino dos personagens, mas acontece muito de em algum momento eu cair num dilema, e por cenas que não foram planejadas no início, os personagens acabarem me guiando e eu mudando o desfecho que tinha programado. Teve livros que eu já comecei sabendo pouco de seu futuro e as ideias que surgiram no caminho acabaram me surpreendendo. É uma coisa mágica, e essas surpresas me fazem amar ainda mais escrever.  
 
8- De onde surgiu a ideia para o livro Uma Princesa em Meu Lugar? Pode nos contar um pouquinho sobre ele?
Não me lembro bem como foi que a ideia surgiu na minha cabeça, mas acho que fui inspirada por uma vontade íntima de fazer parte de um conto de fadas. Eu estava entediada na época (aquela fase da adolescência onde as coisas não parecem empolgantes o bastante, sabe?) e aí comecei a escrever o livro. Clara e Sofia são de mundos diferentes. Uma é uma garota comum, dos dias atuais, cansada de seu cotidiano, e a outra uma princesa de um reino distante de séculos atrás. Por ocasião de um retrato antigo que foi levado ao apartamento de Clara, ela e Sofia têm um encontro “mágico” completamente maluco, e ao trocarem de lugar vão viver uma a vida da outra de forma intensa e repleta de aventuras e desventuras.
 
9- Seus personagens são fictícios ou reais? Tem algum preferido?
Todos os meus personagens são fictícios, mas, claro, sempre levam, conscientemente ou não, uma característica de alguém real (às vezes até de mim mesma). Não acho que eu tenha um preferido, é como escolher um filho, mas acho que eu poderia citar um ou dois que gosto bastante da minha trilogia mais recente que vai ser lançada em breve. Como vocês ainda não conhecem a história, não vou dizer por agora...
 
10 - Você acha que a literatura brasileira está sofrendo uma mudança atualmente, as pessoas estão prestigiando mais os autores nacionais? E como anda a qualidade de nossas histórias?
Admiro muito a literatura nacional, leio e dou todo o apoio, e acho que o mesmo vem acontecendo com muita gente. As obras lançadas estão, em sua maioria (pelo menos as que já conheci), bastante boas e criativas, e muitas não perdem em nada para a literatura estrangeira. Não sei se a literatura brasileira em si cresceu em qualidade, acho complicado julgar isso, até porque temos grandes mestres aí do passado, mas sem dúvida vem se diferenciando, nos temas e abordagens, os leitores vêm dando mais atenção a ela do que alguns anos atrás (principalmente os jovens), mais autores estão surgindo e provando seu talento e mais espaço as editoras e a mídia estão dando aos nossos escritores. É maravilhoso, e que sigamos vencendo as barreiras e convencendo quem ainda tem preconceito!
 
11 - Você está trabalhando em algum novo projeto atualmente? Pode nos contar um pouquinho mais sobre ele?
Agora, nesses últimos dois meses, depois de um ano sem trabalhar em nenhum livro novo, só revisando o próximo que vai ser lançado, comecei uma história nova, que por enquanto é maior que um conto e menor que um livro (talvez um conto longo ou um livro curto), que se passa no mesmo universo que criei para a trilogia que está por vir, mas num tempo diferente e com outros personagens. Não sei ainda o que vai ser dessa história, quando e de que forma vai ser publicada, no momento estou só escrevendo. Vou contar pra vocês o tema, então: é sobre sereias.
 
12 - Que conselho você daria a pessoas que estão começando a escrever suas próprias histórias?
Acho que primeiro de tudo: faça por prazer e escreva o que te faz feliz. Amar esse momento de sentar e criar é fundamental. Não faça só porque acha que deve, ou decida explorar tal tema porque está em alta, simplesmente curta esse momento e não se censure antes da hora. Às vezes as ideias mais inusitadas são as que vão para frente. Seja paciente também consigo mesmo, e, claro, com os outros na hora de buscar publicação e divulgação, e se isso é o que você ama e acredita, vai fundo e não desista!   
 
Para você:
Escrever é... viajar para um universo maravilhoso.
Livros são... fundamentais para a vida.
Inspiração literária... J.K. Rowling, por toda sua trajetória tortuosa e sucesso merecido. 
Um livro: A Culpa É Das Estrelas. Por ter sido o primeiro livro a me fazer chorar.
Um personagem: Gandalf
Um(a) autor(a): Meg Cabot
Um Sonho... Ter um livro meu transformado em filme haha (ah vai, todo escritor quer isso)
 
 
 
Quer deixar um recado para os leitores?
Muito obrigada a quem leu essa entrevista, e aos que leram a resenha também! E convido vocês a conhecerem meu site (de cara nova!): www.paulaottoni.com.br e acompanharem as novidades, pois em breve meu novo livro será lançado pela Gutenberg e estarei postando mais informações nas redes sociais. Obrigada, Raquel, pela oportunidade de estar aqui no blog. Espero vê-los em breve! ;)
 
Você pode encontrar a autora nos seguintes links:
 
 
 
 
Para adquirir o Uma Princesa em Meu Lugar: http://www.bookess.com/read/8835-uma-princesa-em-meu-lugar/

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Uma Princesa em meu Lugar de Paula Ottoni

ISBN:9788580451986
Editora: Independente
Ano: 2011
Páginas: 324
Gênero: Romance
Classificação
Onde comprar:

Clara Martins está cansada de sua vida. Faculdade, trabalhos, correria do dia-a-dia, transporte público, televisão, comida congelada... O que ela não esperava é que seu desejo de viver em outro mundo fosse, de uma forma estranha, virar realidade. Quando a Princesa Sofia, do reino de Charmelyn, aparece na sala de estar de Clara, atravessando o quadro centenário que seria o presente de aniversário de sua avó, tem início uma troca. Sofia fica no lugar de Clara e esta no lugar da princesa. Agora ela precisa viver no castelo; uma nova vida em outro tempo. Sofia assume sua vida e seus problemas. Tudo até que a passagem resolva se abrir e a troca possa ser desfeita.
Entre proibições de ver os amigos camponeses, um baile para dançar com pretendentes a noivo, uma madrasta má e a paixão por um plebeu, Clara vai descobrir como é viver como uma garota das histórias de época, mas talvez nem tudo seja um conto de fadas...



O LIVRO EM UMA FRASE:
O jardim do vizinho sempre parece ser mais verde que o seu...


Hoje trago para vocês a resenha de um livro que eu já queria ler há algum tempo, da autora Paula Ottoni, o livro Uma princesa em meu lugar. Então entrei em contato com a autora que foi muito simpática e querida (pontos positivos para ela), e conseguimos fechar uma parceria onde consegui meu exemplar autografado. Gostei muito da história que a Paula criou inclusive me surpreendi com vários fatores.

Em Uma Princesa em Meu Lugar conhecemos a história de Clara, uma adolescente que está entediada com a mesmice de sua vida. Porém tudo esta prestes a mudar quando sua tia deixa em seu apartamento um quadro com uma pintura de uma princesa do século passado que parece muito com Clara, o quadro será o presente de aniversário de sua avó. Porém uma coisa muito mágica acontece antes, a princesa do quadro ganha vida e aparece bem no meio da sala de estar do apartamento de Clara. As duas ficam assustadas com tal mágica e então decidem fazer uma troca que mudará suas vidas.

Clara tomaria o lugar no castelo de Sofia e Sofia viveria como Clara, até elas descobrirem porque isso tudo está acontecendo. Eis que começa a história de fato.

Entre muitas confusões e gargalhadas vamos convivendo com a vida dessas duas mocinhas e tentar entender a solução desse grande mistério que mudará a vida delas para sempre.

“Minha vida não podia estar mais complicada.
1. Eu estava mais longe de casa do que jamais estive. Estava em outro SÉCULO.
2. Pior: eu não fazia a mínima ideia de como voltar para o meu século.
3. Estava tendo que me virar como princesa. À primeira vista pode parecer fácil lidar com vestidos enormes, um monte de talheres, uma cama gigante e um pai que é rei.
Mas deixa eu dizer: está longe de ser fácil.”



Uma princesa em meu lugar foi uma grata surpresa. Começo dizendo que tinha uma ideia errada do livro ao ler a sinopse, achava que íamos apenas acompanhar Clara no castelo vivendo como Sofia, mas não a autora foi além nos presenteando com várias cenas onde Sofia tenta viver a vida de Clara, e gente posso confirmar que essas partes foram as mais divertidas para mim.

A narrativa da autora é muito divertida e envolvente, pois além da história em si ela consegue criar intrigas e mistérios, o quais somos levados a descobrir durante o livro.
Os capítulos são intercalados entre Sofia e Clara, cada uma vivendo em sua época, até o culminante final, onde as duas histórias se entrelaçam.

Infelizmente a capa não me agradou muito, acho que ela poderia ser melhor desenvolvida, mas como a autora lançou o livro independente consigo entender, pois sei muito bem como é difícil esse mercado literário.

Sobre as personagens Sofia me agradou muito, ela é corajosa e destemida, e se mete em várias confusões, com ela dei várias gargalhadas. Clara porém não me agradou tanto, apesar de ela ter um grande crescimento durante a história, algumas atitudes dela me irritavam bastante.

SOBRE A AUTORA
Paula Ottoni cresceu ouvindo contos de fadas e já na infância sabia que queria ser escritora. Hoje divide o tempo entre a faculdade e sua grande paixão: a escrita.









Concluindo foi uma ótima leitura mais um livro nacional que vai para minha lista de prediletos, se vocês ainda não leram eu recomendo muito. Vamos prestigiar nossa literatura nacional.

Raquel Machado

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

CineKriativa: Jogos Vorazes: A Esperança - Parte 1

Título original: The Hunger Games - Mockingjay : Part 1
Distribuidor: PARIS FILMES
Ano: 2014
Gênero: Aventura, Ação, Drama
Duração: 125 min.
Direção: Francis Lawrence
Roteiro: Danny Strong, Peter Craig
Classificação:

Após ser resgatada do Massacre Quaternário pela resistência ao governo tirânico do presidente Snow (Donald Sutherland), Katniss Everdeen (Jennifer Lawrence) está abalada. Temerosa e sem confiança, ela agora vive no Distrito 13 ao lado da mãe (Paula Malcomson) e da irmã, Prim (Willow Shields). A presidente Alma Coin (Julianne Moore) e Plutarch Heavensbee (Philip Seymour Hoffman) querem que Katniss assuma o papel do tordo, o símbolo que a resistência precisa para mobilizar a população. Após uma certa relutância, Katniss aceita a proposta desde que a resistência se comprometa a resgatar Peeta Mellark (Josh Hutcherson) e os demais Vitoriosos, mantidos prisioneiros pela Capital.
 
 
O FILME EM UMA FRASE:
Uma trilogia para marcar gerações!
 
Desde o início do ano contávamos os dias para a estreia desse filme. Gostamos muito dessa série e sabendo que o filme anterior tinha sido melhor desenvolvido esperávamos aflitos pela continuação. Não me arrependi de ter ido ao cinema, o filme realmente foi muito bom e trouxe algumas surpresas até mesmo para mim que já tinha lido o livro. Hoje vou falar um pouquinho sobre Esperança Parte I.
 
 
Em Esperança Parte I acompanhamos Katniss no Distrito 13, após seu resgate da arena dos jogos vorazes número 75, a moça está em quarentena onde vai conhecer a presidente Coin, lá ela é convidada a fazer parte da revolução, ou melhor, a ser o símbolo da revolução. Porém, Katniss não tem ideia ainda de como pode influenciar as pessoas. Quando Peeta aparece na TV pedindo a todos que parem a revolução Katniss entra em pânico, pois não o reconhece mais, então ela decide fazer um acordo com Coin, será o tordo, porém eles terão que liberar Peeta da Capital assim que tiveram a chance e perdoá-lo pelos seus crimes.




Katniss é convidada a gravar alguns vídeos de incentivo a população. Porém, como era esperado a garota não se sai nada bem. Eis que surge uma figura bem conhecida de todos, Haymitch, que a conhece melhor que todos, e que diz que Katniss funciona ao natural, então ela é levada para algumas bases onde vê o que está acontecendo lá fora depois dos jogos, e começa a entender de fato a revolução e querer apoiá-la, o que dá uma força extra aos rebeldes. Porém, o presidente Snow não deixará barato e a guerra que era antes somente na arena, agora tomou proporções épicas levando o sistema a um ponto em que ele nunca mais voltará ser o mesmo.
 
 
O filme me surpreendeu em diversas partes, principalmente pela atuação da Jennifer Lawrence, que conseguiu transmitir toda confusão mental pela qual a personagem está passando. Outra parte que quero dar ênfase é a parte em que Lawrence canta a música da "árvore dos condenados", um momento de dar arrepios.
 
Uma coisa bem diferente que aconteceu durante nossa sessão foi que faltou luz e algumas pessoas começaram a fazer sombras no telão com o símbolo do Tordo e assobiar sua famoso canção, foi divertido.
 


 
A cenografia foi muito bem feita, os destroços do distrito 12 e a capital foram muito bem representados.
 
Os atores tiveram uma excelente atuação, além de Lawrence o ator que faz o papel do Peeta me surpreendeu, ele encarnou o personagem do segundo livro, irreconhecível a todos, e até mesmo para mim que havia lido o livro e até o momento não tinha conseguido de pensar nele como um "certo babaca", mudou minha opinião. Snow e Coin são outros que não precisam de elogios, pois quem ver eles atuando vai saber do que estou comentando, simplesmente perfeito.


  
O final....nossa foi muito massa. Eu e meu excelentíssimo já sabíamos o que ia acontecer, porque tínhamos lido o livro, mas quando realmente aconteceu até nos levamos um susto, tão bem ficou encenada essa parte.
 
CURIOSIDADES
 
1. Este é o terceiro longa baseado na bem-sucedida trilogia literária escrita por Suzanne Collins, iniciada com Jogos Vorazes (2012), o novo fenômeno da literatura jovem dos últimos tempos.

2. A produtora Lionsgate Entertainment optou por dividir o terceiro e último livro em dois filmes, seguindo a tendência de Harry Potter  e A Saga Crepúsculo.

3. Francis Lawrence (Eu Sou a Lenda) é o diretor do terceiro e do quarto filme da franquia Jogos Vorazes.

4. Para dar vida a Katniss Everdeen, Jennifer Lawrence, que é loira, teve de pintar o cabelo de preto. Em 2013, ela acabou cortando os fios bem curtinhos, pois as madeixas estavam detonadas, segundo ela. Por isso, neste e no derradeiro filme da franquia ela aparece usando peruca.

5. A música-tema de Jogos Vorazes: A Esperança - Parte 1 é "Yellow Flicker Beat", da cantora Lorde. A trilha sonora da franquia conta com canções de Coldplay, Taylor Swift, Maroon 5, Arcade Fire, entre outros.

6. Philip Seymour Hoffman, que interpreta Plutarch Heavensbee, morreu tragicamente uma semana antes do final das filmagens. Levando em consideração, que a maioria de suas cenas para os dois filmes finais estavam gravadas, o personagem não foi substituído, mas finalizado com uma combinação de reescrituras, truques de câmera e efeitos especiais digitais.

7. Julianne Moore declarou que seus dois filhos, ambos fãs da série, a convenceram a assinar para o papel de Alma Coin.

8. Com exceção da peruca, Julianne Moore também usou lentes de contato escuras para o papel da Presidente Alma Coin em A Esperança.

9. Liam Hemsworth contou a EM, que teve uma fratura entre as articulações do tornozelo, durante as filmagens de A Esperança. "Eu ouvi um grande estalo, e depois cai."

10. O diretor Francis Lawrence fez Jennifer Lawrence cantar a canção de ninar "árvore forca", que também está no livro. Ela afirmou que foi uma experiência terrível.
 

11. Natalie Dormer realmente raspou metade de sua cabeça para desempenhar o papel de Cressida.

12. De acordo com Liam Hemsworth, Jennifer Lawrence teria, propositalmente, ingerido alimentos com alho ou atum antes de quaisquer cenas de beijo entre os dois.

VEJA O TRAILER:

 
Concluindo Jogos Vorazes com certeza esta no topo da minha lista de distopias, recomendo a todos a lerem e assistirem os filmes pois não irão se arrepender.

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Meu Amor, Meu Bem, Meu Querido de Deb Caletti

ISBN: 9788581631585
Editora: Novo Conceito
Edição: 1ª
Ano: 2013
Número de páginas: 240
Assuntos: Romance
Classificação
Onde comprar:

Ruby McQueen nunca tivera problemas sendo boazinha, e sempre fez questão de ter um bom relacionamento com sua família, ir bem na escola e tomar boas decisões. Esse é o motivo do porquê ninguém fica mais surpreso do que ela mesma quando o mau caráter Travis Becker a suga para seu mundo de privilégios e ilegalidades, e ela o segue voluntariamente. No entanto, quando Ruby faz o impensável, começa uma louca aventura de várias gerações, conforme seus entes mais íntimos fazem de tudo para salvá-la dela mesma.




O LIVRO EM UMA FRASE:
Será que um Verão Pode Mudar o Que Sabemos Sobre o Amor, a Família, o Destino e o Próprio Coração?

Ola leitores,
Hoje trago mais uma resenha em parceria com a editora Novo Conceito da minha excelentíssima mamy, o livro da vez é Meu amor, meu bem querido. Minha mãe gostou tanto que me indicou para ler o livro depois dela. Ela disse que é uma história muito divertida que vale a pena conhecer.

No livro Meu amor, meu bem, meu querido a autora Deb Caletti acompanha a trajetória de Ruby, uma garota que aos 16 anos passa por períodos conflitantes. Porém, com Ruby os conflitos passam a ser irônicos e engraçados, pois a mesma tem um humor tão maravilhoso que às vezes pensa que até seu cão sorri.

São muitas aventuras pela qual passa junto com sua família: sua mãe Ann, uma bibliotecária, que uma vez por semana faz uma reunião de leitura com os idosos do vilarejo, seu irmão, Chip junior, um adolescente que tornava o humor de ruby mais acentuado e seu pai um artista de circo que não quer nada, além de sombra e água fresca.

Tudo inicia quando Ruby apaixonou-se por Travis, um milionário que morava na sua rua, e que possui um mau caráter terrível. Tentando livrar a filha disso, sua mãe resolve levava para a reunião dos idosos, onde ela poderá aprender várias lições de vida e espairecer sua cabeça.

Tudo vai bem, até que a turma de idosos, resolve roubar um velhinho do asilo e entregá-la ao seu grande amor. Dai para a frente a história se desenrola, com fatos engraçados que faz o leitor dar gargalhadas até o final.

Um livro para quem está afim de deixar o mau humor de lado e se divertir, após o término fiquei com uma imensa vontade de ler novamente. Então mais do que recomendo!

SOBRE A AUTORA
Deb Caletti e sua família vivem metade do tempo no subúrbio de Seattle e outra metade em um barco, num tipo de casa flutuante. Suas melhores inspirações vêm de sua mãe, seus filhos e de seu cachorro, os quais não parecem se importar. Quando não está escrevendo ou lendo livros, Deb se dedica à pintura e a aulas.

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Anjos à Mesa de Debbie Macomber

ISBN: 9788581633411
Editora: Novo Conceito
Páginas: 224
Edição: 1ª
Ano: 2013
Assunto: Romance
Classificação: 
Onde comprar:

Shirley, Goodness e Mercy sabem que o trabalho de um anjo é interminável - especialmente na véspera do Ano-novo. Ao lado de seu novo aprendiz, o anjo Will, elas se preparam para entrar em ação na festa de um de ano da Times Square. Quando Will identifica dois solitários no meio da multidão, ele decide que a meia-noite será o momento perfeito para dar aquele empurrãozinho divino de que eles precisam para acabar com a solidão. Então, por "acidente", Lucie Ferrara e Aren Fairchild esbarram-se no meio da alegria da festa, mas, assim como se aproximam, acabam se perdendo: um encontro marcado que não acontece os afasta pelo resto da vida. Ou será que não?

Um ano depois, Lucie é a chef de um novo e aclamado restaurante, e Aren é um colunista de sucesso em um grande jornal de Nova York. Durante todo o ano que passou, os dois não se esqueceram daquela noite. Shirley, Goodness, Mercy e Will também não se esqueceram do casal... Para uni-los novamente, os anjos vão usar uma receita antiga e certeira: amor verdadeiro mais uma segunda chance (e uma boa dose de confusão), para criar um inesquecível milagre de Natal.


O livro em uma frase:
Quando um Anjo Decidir Entrar em Sua Vida, Diga Adeus nos Sonhos Impossíveis...

Hoje trago mais uma resenha em parceria com a editora Novo Conceito, da minha excelentíssima mamy do livro Anjos a Mesa.

No livro Anjos a Mesa, encontramos a história de Lucie e Aren que acaba dando muito errado, devido as artes e curiosidades de quatro anjinhos muito atrapalhados, que descem até a Terra para atender uma prece de Lucie.

A história se divide entre os anjos curiosos e o romance do casal. Ele tentam ajudar o casal, porém sempre acabam dando dor de cabeça ao anjo Gabriel.

Um livro com toque de humor que conta a vida na terra, com nossos anjos protetores que mesmo errando tudo termina como era para ser.

SOBRE A AUTORA
Debbie Macomber é uma das principais vozes femininas na literatura norte-americana.
Sete de seus romances chegaram ao primeiro lugar da lista de mais vendidos do The New York Times, com três deles estreando em primeiro lugar nas listas do The New York Times, do USA Today e do Publishers Weekly. Debbie vendeu mais de 160 milhões de cópias de seus livros em todo o mundo.

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

O Preço de uma Lição de Federico Devito e Rogerio (Gutti) Mendonça

ISBN: 9788563219664
Editora: Novo Conceito
Páginas: 368
Edição: 1ª
Ano: 2011
Classificação: 2 estrelas
Onde comprar:

O Preço De Uma Lição - Os meninos são, sim, capazes de amar.
”Tem um ditado que diz que o amor é cego. É justamente o contrário.
Quando você ama de verdade, é capaz de ver coisas que ninguém consegue. Falam que você não consegue enxergar os defeitos, pura mentira também! Você vê, estão todos lá. Mas vê também algo que só você
pode, como lidar com eles e contorná-los. Então, o amor não é cego, ele é a maior lente de aumento que já inventaram.”
Como acontece esta coisa chamada amor? Nasce junto com a gente, mas não depende só de nós. A gente sofre e faz sofrer, ama e é amado. E com isso aprende muita coisa. Lições que trazem consequências, problemas e soluções.
O preço desse aprendizado transforma o garoto em um homem. Esta narrativa, cheia de incidentes, mostra que – ao contrário do que dizem algumas garotas – os meninos são, sim, capazes de amar.
Quais as transformações que o amor pode provocar na gente? O que ele ensina? Qual o seu preço? Acompanhe a jornada de um jovem, transformado pelo amor, à procura dessas respostas.



O LIVRO EM UMA FRASE:
Às Vezes Amar Muito Não Basta

Hoje trago mais uma resenha em parceria com a editora Novo Conceito feita pela minha mamy, o livro da vez é O preço de uma lição.

No livro O preço de uma lição o enredo é contado pela primeira pessoa do singular, onde o personagem é um adolescente que narra sua história desde o ensino médio até a faculdade.

Foi no ensino médio que ele se formou com mais três amigos, eles se intitulavam, o quarteto fantástico, onde todos nasceram no dia 21. Paulinho, Manoela e
Claudia nunca perderam contato, mesmo que alguns tenham se mudado para o exterior. E nesse vai e vem da vida que nosso personagem conta sua história, desde garotas ficantes até sua paixão avassaladora.

Quando conheceu, Julia, nosso personagem a descreve como sua verdadeira paixão, nos contando sobre seus sentimentos mais íntimos, nos levando a uma leitura suave e encantadora.

Até que o namoro acaba e nosso personagem não consegue esquecer esse amor, e para reconquistar Juliana resolve escrever um livro em sua homenagem. Será que dará certo?

domingo, 15 de fevereiro de 2015

Apenas Um Dia de Gayle Forman

ISBN: 9788581634500
Editora: Novo Conceito
Ano: 2014
Edição: 1
Número de páginas: 384
Assuntos: Romance
Classificação
Onde Comprar:

A vida de Allyson Healey é exatamente igual a sua mala de viagem: organizada, planejada, sistematizada. Então, no último dia do seu curso de extensão na Europa, depois de três semanas de dedicação integral, ela conhece Willem. De espírito livre, o ator sem destino certo é tudo o que Allyson não é. Willem a convida para adiar seus próximos compromissos e ir com ele para Paris. E Allyson aceita. Essa decisão inesperada a impulsiona para um dia de riscos, de romance, de liberdade, de intimidade: 24 horas que irão transformar a sua vida.
'Apenas um Dia' fala de amor, mágoa, viagem, identidade e sobre os acidentes provocados pelo destino, mostrando que, às vezes, para nos encontrarmos, precisamos nos perder primeiro... Muito do que procuramos está bem mais perto do que pensamos.




O LIVRO EM UMA FRASE:
Uma aventura fantástica e imprevisível, que emociona e desperta a imaginação.

Hoje trago mais uma resenha da minha mamy em parceria com a editora Novo Conceito. O livro da vez é o Apenas um dia, não deixem de ler e comentar.

No livro Apenas um dia, conhecemos a história da personagem Allyson, uma garota certinha, que tinha sua vida toda planejada. Foi nas férias que Allyson viajou com sua turma de escola para Londres. Lá ela conhece Willen, um jovem ator,que vive viajando pelo mundo e no momento apresenta-se em praças públicas interpretando as peças de Shakespeare.

Quando seus olhos se encontraram Allyson sentiu que havia somente os dois seres na face da terra, esquecendo-se de tudo mais. Ao terminar a peça, Willien aproxima-se de Allyson e a convida para uma aventura em Paris, por apenas um dia, e no ápice de sua juventude, Allyson esquece de tudo e vai com o garoto viver um dos dias mais incríveis de sua vida.

Quando Alysson retorna para sua vida na América resolve jogar tudo para o alto, então suspende sua faculdade e arranja um emprego para ganhar dinheiro, assim no próximo ano poderá ir atrás de sua paixão. Porém, quando Allyson volta a Paris, acaba descobrindo que nada é como parece realmente.

Um livro com uma história mostrando como a juventude, através de seus impulsos acaba descobrindo que o que procuram está bem próximo.

SOBRE A AUTORA
Gayle Forman começou sua carreira escrevendo para a revista Seventeen em que a maioria de seus artigos, centrada nos jovens e preocupações sociais. Mais tarde ela se tornou uma jornalista freelance para publicações como a revista Details, Jane Magazine, Glamour Magazine, The Nation, Elle Magazine e Cosmopolitan Magazine.
Em 2002, ela e seu marido Nick fizeram uma viagem ao redor do mundo. De suas viagens, ela acumulou uma riqueza de experiências e de informações que mais tarde serviu como base para seu primeiro livro, um diário de viagem que você não pode começar lá a partir daqui: um ano na margem de uma Shrinking World. Em 2007 ela publicou seu primeiro romance para jovens adultos, intitulado de Sisters In Sanity onde ela se baseia em um artigo que tinha escrito para a revista Seventeen. Seu mais recente romance If I Stay (Se eu ficar), fez Forman levar vários prêmios, entre eles o Indie Choice Award de 2010.

sábado, 14 de fevereiro de 2015

Trilogia Taker de Alma Katsu

Livro 1: Ladrão de Almas
ISBN: 9788581630373
Editora: Novo Conceito
Ano: 2012
Edição: 1
Número de páginas: 432
Assuntos: Fantasia
Classificação: 
Onde Comprar: 

No turno da noite em um hospital em Maine, Dr. Luke Findley espera ter outra noite tranquila com lesões causadas pelo frio extremo e ocasionais brigas domésticas. Mas no momento em que Lanore McIlvrae — Lanny — entra no pronto-socorro, ela muda a vida dele para sempre. Uma mulher com passado e segredos misteriosos, Lanny não é como outras pessoas que Luke já conheceu. Ele é, inexplicavelmente, atraído por ela... mesmo ela sendo suspeita de assassinato. E conforme ela conta sua história, uma história de amor e uma traição consumada que ultrapassa tempo e mortalidade, Luke se vê totalmente seduzido.
Seu relatório apaixonado começa na virada do século XIX na mesma cidadezinha de St. Andrew, Maine, quando ainda era um templo Puritano. Consumida, quando criança, pelo amor que sentia pelo filho do fundador da cidade, Jonathan, Lanny faria qualquer coisa para ficar com ele para sempre. Mas o preço que ela paga é alto — um laço imortal que a prende a um terrível destino por toda a eternidade. E agora, dois séculos depois, a chave para sua cura e salvação depende totalmente de seu passado.
De um lado um romance histórico, de outro uma história sobrenatural, Ladrão de Almas é uma história inesquecível sobre o poder do amor incondicional não apenas para elevá-lo e sustentá-lo, mas também para cegar e destruir — e como cada um de nós é responsável por encontrar o próprio caminho para a redenção.

Livro 2: Refém da Obsessão
ISBN: 9788581632391
Editora: Novo Conceito
Páginas: 352
Edição:
Ano: 2013
Assuntos: Fantasia
Classificação: 
Onde Comprar:

Havia uma parte em Lanny que queria ser punida. Um pedaço de seu coração que acreditava que ela merecia o horror de ser imortal, a tristeza de ver todos aqueles que amara partirem, enquanto ela só podia conviver com as perdas e as lembranças. Terríveis e solitárias lembranças. Este dom , oferecido pelo mais malvado dos homens, Adair, era, para ela, a resposta a uma pena que ela deveria cumprir.
Mas, apesar das culpas e do castigo que pensava merecer, ela ainda sonhava. E esperava ser redimida por ter dado a Jonathan seu grande amor o esquecimento que purifica todo ser de sua dor: a morte.
No entanto, bem no fundo de sua alma, ela suspeitava que, fosse o que fosse que a atraísse para Adair (e para sua maldade), fosse qual fosse o infeliz sentimento que os aproximara, este sentimento não fora totalmente exorcizado.
Não importava que ela tivesse chegado ao cúmulo de emparedar aquele homem mau e deixá-lo para apodrecer, não importava que o tempo tivesse passado, nem que, hoje, ela pudesse contar com o apoio e os braços fortes e acolhedores de Luke... Adair estava por perto, ela podia senti-lo, e seu poder era inexorável.



O LIVRO EM UMA FRASE:
O AMOR VERDADEIRO PODE DURAR UMA ETERNIDADE... 
MAS A IMORTALIDADE TEM UM PREÇO

Hoje traga mais uma resenha em parceria com a editora Novo Conceito, feito por minha mamy dos livros Ladrão de Almas e Refém da Obsessão. Minha mãe se apaixonou pela capa desses livros desde que ela viu, então quis ler. Eu avisei para ela que os livros eram de histórias sobrenaturais, que ela não gosta tanto, mesmo assim ela insistiu. E para surpresa dela e minha ela simplesmente amou de paixão essas histórias, o que deixou até a mim com vontade de ler, porque se minha mãe que não gosta muito desse gênero adorou, a história realmente deve ser fantástica. Venham ver o que ela comentou:

Nos livros 1º e 2º volume da trilogia Taker: Ladrão de Almas e Refém da Obsessão, a autora Alma Katsu me surpreendeu muito, pois sou uma leitora que não aprecia histórias de ficção e magia, por isso comecei essa leitura relutante. Qual foi minha surpresa quando me vi devorando o primeiro livro para iniciar logo o segundo, pois o conteúdo é hipnotizante.



A história inicia nos dias de hoje, quando o médico Luke que ao estar de plantão no hospital, atende uma jovem que foi levada pela polícia, acusada de assassinato de um homem. Luke por sentia-se muito sozinho, pois recém havia se separado de sua esposa e filha, então ao contrário do que sempre fazia, resolveu dar mais atenção a essa jovem.

Nesse ponto que se inicia a história  de magia e ficção, pois a jovem Lenora pega um bisturi da mesa e corta seu próprio tórax, sendo que minutos depois a ferida cicatriza deixando Luke  boquiaberto e assustado. Com isso, Lenora convence Luke a fugir com ela do vilarejo onde estão, e quando estão no meio dessa escapada e que Lenora começa a contar sua história de vida eterna.

A história se inicia a 4000 anos antes da era cristã, quando um mago alquimista descobre o feitiço da vida eterna. Porém, ao tomar a poção descobre que seu corpo apesar de tornar-se ágil e forte mantinha-se com aparência de velho. Então o alquimista continuou estudando fórmulas até que conseguiu encontrar um jeito de trocar de alma usando um corpo jovem.  Na procura pelo corpo perfeito, o alquimista encontrou um camponês chamado Adair, que tinha um corpo lindo e desejável.

Viveu como Adair e foi no ano de 1813, que conheceu a jovem Lenora. Adair vivia em uma castelo de luxo e distrações e mandava seus servos procurarem nas ruas jovens adolescentes para satisfazer seus desejos obscenos. Certa noite trouxeram uma jovem chamada Lenora, uma camponesa que foi expulsa da casa de seus pais após engravidar de Jonathan, o único amor de sua vida.

Ao conhecer Lenora, Adair ficou fascinado com sua beleza e caratér, sentiu que Lenora era diferente de todas as outras que tiha escravizado até então. Lenora suportou as torturas as quais foi submetida, e não desistia de livrar-se de Adair de qualquer jeito.

Com os personagens Lenora e Adair, a autora cria vários outros personagens para contar suas vidas. E entre dois séculos, esses dois viverão uma história de suspense e magia, levando o leitor a viajar desde o início dos tempos até hoje. Recomendado!



SOBRE A AUTORA
Alma Katsu é Mestre em Escrita pela Universidade Johns Hopkins e antes de se tornar escritora teve uma longa carreira como Analista de Inteligência em várias agências norte-americanas. Seu primeiro romance, Ladrão de Almas, foi considerado pela American Library Association um dos dez melhores livros de autores iniciantes. Acerto de Contas é o segundo título da trilogia Ladrão de Almas.