sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Entrevista com Pedro Ekman

Ola pessoas,

Primeiro obrigado a todos os comentários e participações de vocês em todas as promoções  estou muito feliz e neste final de semana ainda vai ter uma surpresa MUITOO legal para vocês com váriosss prêmios. Fiquem Ligados!

E vamos ao que interessa, hoje trago para vocês mais uma entrevista exclusiva com o autor Pedro Ekman do livro Cidade das trevas.  Leia a resenha aqui.

O Pedro foi super querido e atencioso comigo e eu adorei as respostas dele e de ficar sabendo um pouco mais sobre essa história horripilante.


1. Quem é Pedro Ekman?

Alguém que consegue fazer a qualidade "tranquilo" virar um defeito.

2. Você lembra quando e como surgiu a sua vocação para a escrita?

Pré adolescência, logo que comecei com livros infanto juvenis surgiu a vontade de criar minhas próprias histórias.

3. De onde surgiu a ideia para Cidade das Trevas? E quanto tempo demorou para concluí-la?

Eu tinha escrito várias histórias pequenas na pré adolescencia, chamava de livros, embora nunca tenham sido publicados. Um dia me ocorreu de fazer uma trama realmente grande e acabou ficando muito maior do que eu esperava. Levei quase cinco anos.

4. A história sofreu muitas mudanças ao decorrer desse tempo? Quem foram seus melhores críticos nessa época, para quem você pedia opiniões?

Digamos que o "esqueleto" dela tenha se mantido por todo o tempo, mas diversos detalhes com certeza iam sendo modificados/acrescentados/cortados.
Melhor crítico, indiretamente, foi o crítico de cinema Pablo Villaça, com tudo que absorvi lendo seus textos ao longo de anos.
Quando finalmente terminei os três volumes de Cidade das Trevas, pedi para uma amiga revisar para mim. E foi um processo longo, pois claro, eu lia tudo de novo também e avaliava os comentários dela.
Mais tarde pedi opiniões para outras amigas, mas aí a história já não mudava muito. Fazia isso só pelo prazer de ouvi-las.

5. Qual foi a inspiração que você utilizou para construir os personagens e o cenário da história?

A maioria dos personagens foi inspirado em amigos. E uma parte do cenário é Caxias do Sul, onde eu moro, e a outra é a Cidade das Trevas, totalmente imaginada por mim.

6. Você se identifica com algum personagem? Tem algum preferido??? Se sim qual e por que?

Difícil dizer só um que eu me identifico. Eu gosto de todos eles, dos mais bonzinhos até os mais malvados. Apesar de terem sido baseados em amigos reais, a história é minha, e procurava colocar em cada um deles um pouco de mim, seja através de diálogos ou atitudes.
Meus preferidos são Phantomas (aparece somente a partir do volume 2) e Lara (aparece no volume 3). Na minha opinião, são os melhores personagens que criei. Talvez porque nenhum deles tenha sido baseado em ninguém, comecei os dois do zero.

7. Como foi a escolha para o título do livro e a escolha da capa?

Tanto o título principal quanto os subtítulos foram todos escolhas minhas, e não tive maiores dificuldades. O subtítulo do volume 2 (Ataque dos Vampiros), na verdade, é uma homenagem ao episódio 2 da saga Star Wars (Ataque dos Clones). Em relação a capa, eu citei para o departamento de arte da editora o que eu imaginava, e eles colocaram absolutamente tudo que eu falei. Basicamente, uma Cidade das Trevas.

8. Se tivesse que escrever novamente você faria alguma coisa diferente?

Na verdade, não.

9. Ao decorrer da história descobrimos alguns mitos, como a história da cidade e algumas criaturas que residem nela que são um tanto o quanto diferentes. Como você fez para criar essa parte, você pesquisou em algum lugar para montá-la, se inspirou em alguma coisa ou foram todas frutos da imaginação?

Nossa, ainda tem tantas criaturas pela frente... hehe. Não pesquisei em nada. Além de escrever, sempre gostei de desenhar. Então eu já desenhava muitos seres só da minha imaginação, desde de muito pequeno. No livro, ao invés de desenhar, só tive que descrevê-los.

10. Ao ler sua história me lembrei muito daquelas casas antigas abandonadas que parecem assombradas. Você já esteve em alguma dessas? No mesmo sentido da pergunta a sua história tem várias cenas aterrorizantes que me deram arrepios, você assistia/lia muitos filme/livros de terror? Tem algum preferido?

Infelizmente, nunca estive em uma casa assombrada. Mas gostaria.
Os livros da minha pré adolescência eram todos desse estilo. Agora, mais velho, abri meus horizontes. Mas sou fã de todo bom filme de terror - por mais raros que sejam. Meus preferidos são [REC] e A Bruxa de Blair.

11. A história toda é uma trilogia correto? Como é o nome do segundo e terceiro livro e quando esta previsto os seus lançamentos?

O segundo se chama "Cidade das Trevas - Ataque dos Vampiros", programado para Setembro.
O terceiro se chama "Cidade das Trevas - A Terra Sagrada", ainda sem data definida.

12. O que podemos esperar do segundo volume da série?

Um pouco menos de mortes (mas se levar em conta que no primeiro tem tantas, não sei se dizer isso ajuda). Emoções muito mais fortes, muita ação, reviravoltas marcantes e imprevisível do início ao fim.

13. Como foi processo para à publicação?

Passei um ano inteiro distribuindo o livro impresso em gráfica para diversas editoras, de todos os cantos do país. Tinha que esperá-las lerem, avaliarem... Recebi aquelas cartinhas famosas como resposta dizendo que tinha qualidade, mas que não iriam publicar... E para a minha surpresa, a Novo Século foi a primeira que eu mandei e a última que respondeu aceitando. Eu até nem estava mais esperando uma resposta, achando que havia sido automaticamente descartado. Foi um bom engano.

14. Você está trabalhando em algum novo projeto atualmente?

Estou.

15. Que conselho você daria a pessoas que estão começando a escrever suas próprias histórias?

Meu conselho é: comecem. Se ficar esperando o "dia da inspiração" acabará não escrevendo nada. Coloque as ideias no papel, dê forma à elas devagar, porém continuamente. Mais tarde você irá modificá-las e melhorá-las.

16. Uma parte bem interessante que pude acompanhar ao decorrer da história são as mudanças psicológicas que ocorre nos personagens. Podemos esperar mais mudanças drásticas em relação a isso?

Claro, eles evoluem ao longo de todos os livros. Se pegar os personagens no terceiro livro, certamente não são os mesmos amedrontados do primeiro. Tornam-se mais fortes, inteligentes, cientes de tudo que está ocorrendo. Há melhoras e pioras na personalidade de todos.

Para você:


Escrever é... um prazer.
Livros são... fonte de inspiração e diversão.
Inspiração Literária... Poe, Tolkien, Vianco, King, Sheldon
Um livro: A Coisa
Um personagem: Christopher Mccandless ("personagem" real)
Um(a) autor(a): Sidney Sheldon
Leitura do Momento... último que li foi "Drácula" de Bram Stoker
Cidade das Trevas é... minha obra prima.
Um Sonho... conseguir continuar escrevendo sempre.

Quer deixar um recado para os leitores?

Gosto muito de ouvir o que os outros tem a dizer sobre Cidade das Trevas e recebo de mente aberta. Agradeço imensamente ao feedback de todos, afinal, quem escreve quer ser lido. Muito obrigado.

Você pode encontrar o Pedro nos seguintes links:
Raquel Machado

Obrigado Pedro pela entrevista só tenho a desejar muito sucesso na sua carreira com certeza você merece.

Ainda esta rolando o sorteio do marcador do livro do Pedro ele é super lindo é fácil de concorrer é só clicar aqui: CLIQUE AQUI

Bjks


  
Posts geralmente as terças, quintas e domingo.

13 comentários:

  1. Oi raquel

    muito legal a entrevista!!!!
    sempre amo saber mais sobre os escritores!

    bjos
    Raffa Fustagno
    http://livrosminhaterapia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Adorei a entrevista, ainda mais o fato dele ter dito o nome de Sidney Sheldon como autor, pois também adoro as obras dele.
    Bjimmm

    Epílogos y Finais

    ResponderExcluir
  3. Adorei a entrevista!
    Já vou li várias resenhas desse livro (inclusive a sua!) sempre positivas, não vejo a hora de poder ler.
    Beijinhos
    -Michelle (Minha Bagunça)

    ResponderExcluir
  4. Divulgando a entrevista a partir de já!!!!

    Beijos aos dois \o/\o/

    Illyana HimuraWakai
    illyana.himura@gmail.com
    @IllychanHimuraW

    ResponderExcluir
  5. Que ótima entrevista!
    Adorei as respostas dele, a dedicação que mostrou ter dado durante a criação dos livros!
    E adorei o que disse sobre não esperar pelo "dia da inspiração" hehe
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Parabéns pela entrevista Raquel! Estou ansiosa para ler o livro do Pedro S. Ekman, Cidade das Trevas. Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Nossa kell a entrevista ficou ótima...\o/...e as respostas muito interessantes viu Pedro. Bem agora vou ter de dar um jeito de ler A Coisa...kkkkk...pois faz tempo que tenho e ainda não li....depois de Jogo Perigoso eu fiquei meio traumatizada com o king...rsrs...ótimo saber que o Pedro gosta de Sidney Sheldon...tbm amo os livros dele...\o/...Sucesso com o blog Kell, e sucesso com o Livro Pedro.

    Beijokas elis!!!!
    http://amagiareal.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. A entrevista ficou otima, as respostas do Pedro tbm bem legais, ainda não li a obra dele, mas quero sim, parece ser interessante! XD

    ResponderExcluir
  9. Olha que legal, tenho uma coisa em comum com ele, meu livro preferido tb é do King!

    Adorei a entrevista, beijinhos!

    ResponderExcluir
  10. Gosto muito dos livros nacionais e esse á mais um que me chamou atenção. Achei engraçado quando ele disse que faz a "tranquilidade" ser algo ruim. Fiquei curiosa para saber como?

    Abraços para os dois!!!

    http://anna-gabby.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Adorei a entrevista ^^
    Estou super curiosa sobre o livro Cidade das Trevas *-*
    A capa é linda, e a história parece bem legal!
    Bjus =*

    ResponderExcluir
  12. Ei Raquel,

    Que massa esta foto do final da entrevista, eu não conhecia o trabalho do autor e gostei muito de conhecer mais sobre o livro. Vou dar uma olhada, acho que ainda não vi resenha dele hehe

    bjos
    Nanda

    ResponderExcluir
  13. Noooossa que "entrevistona". Ficou muito legal.
    Também gostei da foto. Ele pulou mesmo?! rsrsrs
    Beijos
    @ElysannaLouzada
    Ah! Tem promo de marcadores na no blog.

    ResponderExcluir