segunda-feira, 12 de março de 2018

Destino da Ally Condie

Editora: Suma Letras
Páginas: 240
Ano: 2011
Gênero: Distopia
Trilogia: Livro 1 - Destino
Classificação
Onde Comprar:
Amazon
Saraiva

Cassia tem absoluta confiança nas escolhas da Sociedade. Ter o destino definido pelo sistema é um preço pequeno a se pagar por uma vida tranquila e saudável, um emprego seguro e a certeza da escolha do companheiro perfeito para se formar uma família.

Ela acaba de completar 17 anos e seu grande dia chegou: o Banquete do Par, o jantar oficial no qual será anunciado o nome de seu companheiro. Quando surge numa tela o rosto de seu amigo mais querido, Xander - bonito, inteligente, atencioso, íntimo dela há tantos anos -, tudo parece bom demais para ser verdade.Quando a tela se apaga, volta a se acender por um instante, revelando um outro rosto, e se apaga de novo, o mundo de certezas absolutas que ela conhecia parece se desfazer debaixo de seus pés.

Agora, Cassia vê a Sociedade com novos olhos e é tomada por um inédito desejo de escolher. Escolher entre Xander e o sensível Ky, entre a segurança e o risco, entre a perfeição e a paixão. Entre a ordem estabelecida e a promessa de um novo mundo.




Bom dia Pessoal,

Nesse início de ano decide embarcar em distopias, porque fazia tempo que não lia livros assim. Vi na minha estante um livro que fazia algum tempo que estava me aguardando, Destino da Ally Condie. Eu comprei esse livro há algum tempo, e lembro que na época ele fez muito sucesso, mesmo assim vi que várias pessoas não gostaram tanto assim, ai fiquei com o pé atrás e decide postergar a leitura e não comprar os outros volumes. Hoje posso deixar minhas impressões pessoais sobre ele, e afirmo que para mim a história funcionou perfeitamente e não vejo a hora de comprar os outros exemplares.

Em Destino nos encontramos em um futuro distópico onde existe harmonia e tranquilidade que são controladas por uma sociedade que decide exatamente tudo sobre a vida das pessoas. Com quem você vai casar, qual será sua profissão e até mesmo o dia de sua morte.

Nesse mundo acompanhamos a história de Cassia que está prestes a conhecer seu par ideal, que vai acompanhá-la pelo resto de sua vida. Ela está ansiosa para o grande baile onde conhecerá seu futuro marido, quando o rosto dele é exibido no telão, ela não acredita nos seus olhos ao ver Xander, seu melhor amigo. Isso é muito raro de acontecer e Cassia não sabe como se sente em relação a isso. 

Ela recebe um dvd assim como todos para descobrir mais detalhes do seu par em casa. Porém, ao colocar o dvd em casa o rosto que aparece não é de seu amigo, mas de outro garoto, Ky, que por ventura Cassia também conhece.

Será que a sociedade poderia ter se enganado na sua combinação com Xander?
Ou será que Ky é que não deveria estar dentro daquele DVD?

Pela primeira vez na vida Cassia se vê em um dilema onde ela tem uma "possibilidade" de escolha. E ao descobrir o amor Cassia também começa a descobrir outros fatores relevantes, como a liberdade de escolha, e isso fará com que sua vida e das pessoas que ela conhece nunca mais seja a mesma.




MINHAS IMPRESSÕES


Instigante! Destino é sem sombra de dúvida aquele livro que vai te fazer pensar. 

Para começo de converso quero deixar claro que esse livro não é apenas sobre a garota tentando escolher seu parzinho romântico, talvez seja por isso que muitas pessoas não gostaram do mesmo, porque a escolha do garoto realmente é só a ponta do navio que estamos prestes a entrar.

Confesso que no início a leitura pareceu um pouco monótona para mim, pois não somos jogados dentro dessa sociedade rapidamente, ela vai sendo descoberta aos poucos, com as ações e comportamentos diários das pessoas. O que vai tornando o livro interessante, e ao chegar ali pela página 50 eu simplesmente não conseguia mais parar de ler. Lembro que foi nessa parte que aconteceu algo que me fez perceber que esse livro era muito mais do que eu imaginava, porque nesse ponto vamos ao "dia da morte de um dos parentes de Cassia". E nele vamos ver que a sociedade sim, manda até o dia que a pessoa vai morrer e como isso vai acontecer.

Imagine viver em um mundo onde você não tem voz para nada. Onde existe um poder maior que vai controlar exatamente tudo que acontece em sua vida! Parece uma grande loucura para nós, porém para as pessoas daquela sociedade isso é algo "normal", afinal eles trouxeram a paz e tranquilidade para o mundo, quem poderia se levantar contra isso.

O título do livro realmente é bem condizente "Destino", afinal ninguém lá é responsável pelo seu próprio destino. A capa é simples, mas perfeito pois nos passa bem a ideia da trama Cassia com seu belo vestido do baile presa em uma bolha.

Comum em distopias é falar sobre livros e o poder que ele tem na mente das pessoas, e nesse também temos algumas referências sobre isso em relação aos poemas. Foram selecionados apenas 100 poemas para as pessoas estudarem o restante foi totalmente exterminado da face da Terra. Isso nos faz pensar em como as palavras tem realmente um grande poder em abrir a mente das pessoas.

Sobre os personagens, esperava um pouco mais de Cassia, em relação a lutar pelos seus ideais e não se deixar levar pelos outros, porém como essa era a única maneira de viver que ela conhecia até entendi algumas de suas atitudes, porém espero ver ela mais confiante no próximo livro, sobre o que fazer e o que ser. Xander é o melhor amigo de Cassia e se engana quem acha que ele é só um coadjuvante, as partes em que ele apareceu me deixaram curiosa em relação a seu pensamento sobre o sistema também, apesar de ele ser o "certinho" acredito que ele tem algumas cartas na manga. Ky é aquele tipo de herói que faz você querer torcer por ele, excluído da sociedade e que luta pelo que quer, aquele tipo de pessoa você simpatiza e torce.

Destino faz parte de um trilogia, todos os livros já foram lançados aqui no Brasil.
Livro 1
Livro 2
Livro 3


Concluindo, é um livro que vai te fazer questionar, sorrir e sofrer. Que vai mostrar como o poder de escolha é importante, que como nossa liberdade é algo precioso. O que posso dizer e que estou mega ansiosa para continuar os outros livros e ver que final teremos para essa saga tão interessante. Super recomendo.

SOBRE A AUTORA
Ally Condie é ex-professora de Inglês do ensino médio. Abandonou a profissão para se tornar mãe em tempo integral e, a partir daí, começou a escrever por hobby. Antes de Destino, publicou cinco outros romances para jovens. Atualmente vive com o marido e seus três filhos nos subúrbios de Salt Lake City, Utah.









Raquel Machado

36 comentários:

  1. Amei sua resenha, ainda não conhecia esse livro!

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem? Li pouquíssimos livros de distopia, mas tenho bastante vontade de ler mais do gênero. Adorei sua resenha e fiquei curiosíssima pra ler este, parece ser incrível.

    ResponderExcluir
  3. Li pouca coisa de distopia, pois ás vezes acho meio clichê..
    Eu tenho Destino em casa e ainda nem li :(
    Cassia vê que tem uma opção de escolha começa a ficar libertador para ela. Acho que isso dá um rumo a história, já que libertada é algo precioso na nossa vida..Acredito que é um assunto legal que autora escolheu

    ResponderExcluir
  4. Amei sua resenha, você escreve muito bem! Acho a capa do livro terrivel por isso nunca procurei saber mais sobre ele. Porém, sua resenha me deixou super curiosa e com vontade de acompanhar a história. <3

    ResponderExcluir
  5. Olá! A resenha ficou incrível, eu não conhecia o livro mas foi muito bacana poder conhecer sobre ele através da sua visão.. Eu confesso que não leria os livros por não ser um gênero que eu me aventure.. Mas quem sabe um dia!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Eu lembro de todo o hype que esse livro teve e aí do nada sumiu, achei estranho isso. Apesar dessa capa não me chamar a atenção, tenho tentado ler mais distopias esse ano e essa obra é tão fininha que é impossivel nao se render a essa dica.

    ResponderExcluir
  7. Olá Raquel,
    Na época de lançamento desse livro eu lembro que a Hype em cima dele foi muito alta e eu tive muita vontade de ler ele naquele momento. Confesso que achei muito legal a sua resenha e muito bacana o livro ser instigante, pois gosto de obras com essa pegada, mas fiquei decepcionada por você esperar mais da protagonista, sabe? Eu não gosto de ter esse sentimento nos livros :/
    Acho que não é mais uma obra que vá me agradar.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Gente eu nunca tinha visto esse livro, mas gostei muito do tema, é bem interessante o modo que eles vivem sem ter escolhas, fiquei bem curiosa para saber o desenrolar dessa história. Bjs

    ResponderExcluir
  9. Heeyyy!!!

    Amei sua resenha, já tinha visto sobre esse livro em algum lugar, mas acabei não comprando pela capa ser meio simples. acho que perdi um livrão, né? Vou ver se acho no kindle.

    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  10. Oi, Raquel.
    Me lembro bem de quando essa série foi lançada e devorei os dois primeiros livros... Mas então o terceiro demorou um pouquinho para sair e acabei nunca tendo a chance de ler o coitado, que ainda está mofando aqui na minha estante!!
    Foi ótimo relembrar essa história e senti até uma pontada de vontade de terminar essa trilogia!!
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  11. Um dos pontos pra eu ter dado um tempo com distopias é o fato da maioria ser com adolescentes. Até fico curiosa, me interesso, mas no fim acabo não lendo pq não ando tendo paciência pra personagens jovens. Fico feliz que tenha gostado tanto da leitura e tirado tantos ensinamentos dela.

    Raíssa Nantes

    ResponderExcluir
  12. Apesar do sucesso que foi eu não conhecia o livro. Que confusão com a pobre Cassia, fiquei curiosa para saber se ela consegue escolher por ela mesma qual dois dois será seu eterno amor. Fiquei muito instigada para ler o livro e isso só com a resenha rsrs. Adoraria conhecer todo esse sistema onde pelo visto não existe livre arbítrio, dica anotada.

    Abraços
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Olá
    Eu conheço essa distopia faz um tempinho, e sou muito fã desse genero, espero muito pdoercimrpar essa série logo logo. Acho essas capas tudo dé maravilhoso rsrs. Adorei ler as suas opiniõesm até mais ver
    Bjw

    ResponderExcluir
  14. Já li esse primeiro livro há algum tempo e lembro que achei a distopia bem montada e a personagem princpal bem interessante. Mas não li os outros livros da trilogia.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bem? Gente primeira resenha que vejo falar bem hahaha sou fã de distopias, mas o tanto de comentário negativo que ouvia sempre me fazia desistir de comprar e ler. Vendo por outra perspectiva, noto que tem pontos interessantes e que talvez me faça gostar. Quem sabe futuramente?! Ótima resenha!
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Oi Raquel, tem um bom tempo que li esta trilogia é você definiu bem, é instigante mesmo. Meu único pecado foi ter demorado muito entre o primeiro e segundo volume, por conta disso,perdi um pouco do enredo.
    Bjs Rose

    ResponderExcluir
  17. Oi Raquel!
    Eu já tinha visto esse livros algumas vezes nas livrarias, mas por causa da capa, não tinha ficado muito interessada, pois não acho ela muito chamativa. Mas lendo a sinopse e a sua resenha, a minha curiosidade aumentou bastante. Gosto bastante de distopias, principalmente quando são bem construídas e com críticas sérias. O meu único problema com ele, é que a sinopse me pareceu um pouco com a sinopse da do primeiro livro da Kiera Cass, "A Seleção". Mesmo assim, irei colocar na minha lista de possíveis compras.
    Parabéns pela resenha, está ótima!
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Eu já vi várias resenhas de cada um desses livros mas tenho que confessar que apesar de muitos elogios eu não me interesso, eu achou que meu momento de distopia já acabou, li muito quando mais nova, mas hoje em dia não me atrai mais sabe. Então dessa vez deixarei passar a dica, mesmo assim, muito obrigada.

    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Olá linda,

    Confesso que pensei que fosse só mais um romance entre um casal e ponto, mas a autora escolheu um dos âmbitos da vida humana e mostrou a importância do poder de escolha ser individual e não nas mãos de um grupo que acha que tem capacidade total para saber o que é melhor para cada pessoa.

    As capas são bem feitas e parecem expressar o desabrochar da personagem principal.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  20. 'Ter o destino definido pelo sistema é um preço pequeno a se pagar por uma vida tranquila e saudável' sério que ela pensa dessa forma? coitada. ainda bem, pelo que percebi na resenha, que essa ideia vai se desconstruindo durante a leitura. nunca vi falar no livro e fiquei interessada.

    ResponderExcluir
  21. Oi Raquel, há algum tempo me lembro de ficar com vontade de ler esse livro, mas o tempo foi passando e acabei me "esquecendo" dele. Sua ótima resenha me fez relembrar o quanto a trama é interessante, já quero ler a trilogia toda.

    ResponderExcluir
  22. Oi Raquel, tudo bem?
    Amei sua resenha! As capas desses livros são lindas, todas elas! Não sou fã de distopia, porém sua resenha me deixou curiosa sobre a trilogia, parece ter um enredo super envolvente! Anotei a dica e espero poder ler este ano ainda!
    http://colecionandoromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Ola
    Preciso ler mais distopias, tenho uma aqui que vou ler em breve, mas lebdo seu post já adicionei os livros na minha lista de livros. Adorei suas impressões e as capas dos livros, a forma em que ela vai se libertando dessa bolha... Promete.
    Dica anotada.
    Bjus

    ResponderExcluir
  24. Olá Raquel
    Faz tempo que eu não leio distopias, e acho que esse livro seria perfeito para eu voltar a ler o gênero, achei interessante a premissa de outras pessoas decidirem seu futuro, eu estou imaginando como será o livro e imagino que seja muito bom!
    Beijos <3

    estanteclassica.blogspot.com

    ResponderExcluir
  25. CARAMBAAAA!!!! que saudade desse livro!!!!!
    Eu li esse livro a muuuuuito tempo atrás e achei maravilhoso!!!
    Nunca li o ultimo livro, mas agora, depois dessa resenha, acho que vou começar do zero essa leitura!!!
    Adorei a dica!!

    Beijinhos!

    #Ana Souza
    https://literakaos.wordpress.com

    ResponderExcluir
  26. Raquel, eu não lembro da época de lançamento dessa série. Pelo o que você falou, o enredo lembra muito O nome em seu pulso, que também é distopia.
    Como eu gosto muito de distopia, vou anotar a dica.

    Beijos

    ResponderExcluir
  27. Oie!
    Acredita que eu tenho essa trilogia aqui, mas ainda não comecei a ler?
    Está na minha pilha interminavel de livros atrasados kkkk EU sempre acabo deixando para depois e por isso, acabo perdendo ótimas histórias.
    Vou procurar essa trilogia e colocar aqui para fazer a leitura.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  28. Olá Raquel, eu já li essa trilogia e lembro que esse primeiro livro me deixou bem empolgada também *-* Porém o último não conseguiu manter o ritmo, pelo menos para mim =/ Adorei sua resenha.

    ResponderExcluir
  29. Oi Raquel, tudo bem? Me lembrei de A seleção, talvez por ser uam distopia. Não sou muito fã do gênero mas eu adoro um romance, acho que não vou resistir, ainda mais por tratar tb do tema liberdade!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  30. Olá
    Meu marido me deu essa trilogia quando fizemos um ano de namoro. Eu adoro distopias e devorei todos os livros. Eu tive alguns problemas, porque senti que a autora não aproveitou bem a sociedade que ela criou, sabe? Pro meu gosto, tinha que ter sido mais explorado todo esse lance da sociedade e tals, que é o foco em distopias.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
  31. Oi Raquel, adorei desde que li a sinopse, depois ao ler com calma sua resenha, gostei mais ainda. Vendo a sequência de capas, achei espetacular. Super curiosa em ler os livros, apesar de estar evitando sagas. Beijos

    Nara Dias
    www.viagensdepapel.com

    ResponderExcluir
  32. Muito legal conferir sua opinião sobre a leitura desse livro. Tenho a trilogia na estante mas ainda não li. Estou tentando diminuir a lista de não lidos e agora fiquei com vontade de ler essa distopia.
    Parabéns pela leitura e valeu pelo incentivo!!!

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
  33. ESte livro tem vários quotes que eu sou completamente apaixonada. Tenho uma ligação muito forte com ela e com a história! Amei entrar aqui no seu cantinho e ver a resenha de um de meus livros preferidos hahaha
    Beijos Joi
    estantediagonal.com.br

    ResponderExcluir
  34. Olá!
    lembro que quando comecei a ler distopias fiquei muito interessada nessa trilogia, mas fui adiando e acabou que nunca mais li nenhuma distopia rs' mas lendo a sua resenha, fiquei curiosa com essa história, bem intrigante uma sociedade que determina até quando e como a pessoa vai morrer! Gostei desse mistério em volta dos meninos. Fiquei com vontade de ler!

    beijos!

    ResponderExcluir
  35. Oie
    já ouvi falar bastante da série mas nunca tive uma curiosidade tão grande não, ainda assim achei legal saber mais sobre o enredo, é bem interessante e diferente, então quem sabe eu não arrisque

    beijos
    http://www.prismaliterario.com.br/

    ResponderExcluir
  36. Oi Raquel,
    Essa trilogia também esta na minha lista há muito tempo kkkk, agora lendo sua resenha condigo captar a mensagem da capa, o rompimento da bolha. Muito legal, vou re-anotar ahahahahahah colocar no topo para não deixar passar de novo.

    Beijokas

    ResponderExcluir