quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Entrevista com a autora Paula Ottoni

Ola Leitora,
 
Hoje trago uma entrevista muito especial com a querida autora Paula Ottoni dos livros: Uma Princesa em meu Lugar e A Destinada.
 
A Paula é uma fofa, eu queria ler os livros dela faz algum tempo, então decidi entrar em contato e conseguimos fechar uma parceria muito legal o que me resultou aos livros autografados super fofos. Obrigada Paula.
 
Então adorei conhecer um pouquinho mais da Paula, ela é uma querida e espero que vocês também gostem da entrevista. Não esqueçam de comentar. Beijos. 
 
 
 
1 - Quem é Paula Ottoni?
Eu diria que uma escritora apaixonada e dedicada, mas antes de tudo uma garota alegre, sensível e meio nerd (rs) que adora chocolate, viajar e viver no mundo da fantasia. 
 
 
 
2- Você lembra quando e como surgiu a sua vocação para a escrita?
Desde pequenininha eu já mostrava grande interesse por essa área. Mesmo que dissesse que queria ser dentista, professora, cabeleireira, etc, eu já passava horas criando histórias, fazendo livrinhos ilustrados e escrevendo tramas completamente sem sentido em papel de caderno (minha mãe guarda essas coisas até hoje numa pasta). Quando fiquei um pouco maior, 12, 13 anos, não consegui mais fugir e comecei a sentar no computador regularmente para escrever um livro que havia criado. A partir daí não teve mais volta.
 
3 - Quantos livros você já escreveu? E quantos já publicou?
Tem o tal primeiro, dos treze anos (não publicado), “Uma Princesa em Meu Lugar” (publicado pelo site Bookess), “A Destinada” (impressão independente), Half Moon (meu ebook em inglês à venda na Amazon), e o próximo que está por vir pela Gutenberg, que é o primeiro de uma trilogia de fantasia. Tenho mais outros livros escritos, de uma trilogia não publicada, nos quais ainda pretendo trabalhar.
 
4- Há algum tema específico sobre o qual você goste de escrever?
Adoro escrever fantasia, e é nisso que gostaria de focar. Desde high fantasy a um pequeno elemento místico, incluir isso em minhas histórias me deixa sempre muito empolgada. Escrever para o público jovem, no geral, me atrai, e penso até em um dia variar um pouco a faixa etária e direcionar algo para os mais novinhos, assim como fazer histórias em que o romance só tenha elementos de realidade.
 
5 - Como é o seu processo criativo?
As histórias borbulham na minha mente, às vezes mais de uma de uma vez só, e aí preciso decidir em qual me dedicar. Então rascunho as ideias, planejo os capítulos e começo a escrever, tentando criar uma regularidade nas “sentadas” para digitar.
 
6 – Qual foi o momento que te marcou mais nessa carreira de escritora?
Com certeza o momento em que assinei o contrato com a editora (Gutenberg). É quando você fica extremamente feliz e aliviada que depois de tanto trabalho, luta e desesperança, seu sonho se realizou. É indescritível. A gente sabe que depois daquilo ainda tem muito trabalho por vir, mas você sente uma sensação de segurança e amparo e vê que pode haver uma esperança em seguir essa carreira para o resto da vida.
 
7 - Quando você escreve, já sabe qual será o desfecho da trama ou a história dita as regras?
Essa é uma pergunta muito interessante, porque parece variar de livro para livro, mas para mim, em grande parte das vezes, a história acaba ditando. Eu planejo, claro, defino o destino dos personagens, mas acontece muito de em algum momento eu cair num dilema, e por cenas que não foram planejadas no início, os personagens acabarem me guiando e eu mudando o desfecho que tinha programado. Teve livros que eu já comecei sabendo pouco de seu futuro e as ideias que surgiram no caminho acabaram me surpreendendo. É uma coisa mágica, e essas surpresas me fazem amar ainda mais escrever.  
 
8- De onde surgiu a ideia para o livro Uma Princesa em Meu Lugar? Pode nos contar um pouquinho sobre ele?
Não me lembro bem como foi que a ideia surgiu na minha cabeça, mas acho que fui inspirada por uma vontade íntima de fazer parte de um conto de fadas. Eu estava entediada na época (aquela fase da adolescência onde as coisas não parecem empolgantes o bastante, sabe?) e aí comecei a escrever o livro. Clara e Sofia são de mundos diferentes. Uma é uma garota comum, dos dias atuais, cansada de seu cotidiano, e a outra uma princesa de um reino distante de séculos atrás. Por ocasião de um retrato antigo que foi levado ao apartamento de Clara, ela e Sofia têm um encontro “mágico” completamente maluco, e ao trocarem de lugar vão viver uma a vida da outra de forma intensa e repleta de aventuras e desventuras.
 
9- Seus personagens são fictícios ou reais? Tem algum preferido?
Todos os meus personagens são fictícios, mas, claro, sempre levam, conscientemente ou não, uma característica de alguém real (às vezes até de mim mesma). Não acho que eu tenha um preferido, é como escolher um filho, mas acho que eu poderia citar um ou dois que gosto bastante da minha trilogia mais recente que vai ser lançada em breve. Como vocês ainda não conhecem a história, não vou dizer por agora...
 
10 - Você acha que a literatura brasileira está sofrendo uma mudança atualmente, as pessoas estão prestigiando mais os autores nacionais? E como anda a qualidade de nossas histórias?
Admiro muito a literatura nacional, leio e dou todo o apoio, e acho que o mesmo vem acontecendo com muita gente. As obras lançadas estão, em sua maioria (pelo menos as que já conheci), bastante boas e criativas, e muitas não perdem em nada para a literatura estrangeira. Não sei se a literatura brasileira em si cresceu em qualidade, acho complicado julgar isso, até porque temos grandes mestres aí do passado, mas sem dúvida vem se diferenciando, nos temas e abordagens, os leitores vêm dando mais atenção a ela do que alguns anos atrás (principalmente os jovens), mais autores estão surgindo e provando seu talento e mais espaço as editoras e a mídia estão dando aos nossos escritores. É maravilhoso, e que sigamos vencendo as barreiras e convencendo quem ainda tem preconceito!
 
11 - Você está trabalhando em algum novo projeto atualmente? Pode nos contar um pouquinho mais sobre ele?
Agora, nesses últimos dois meses, depois de um ano sem trabalhar em nenhum livro novo, só revisando o próximo que vai ser lançado, comecei uma história nova, que por enquanto é maior que um conto e menor que um livro (talvez um conto longo ou um livro curto), que se passa no mesmo universo que criei para a trilogia que está por vir, mas num tempo diferente e com outros personagens. Não sei ainda o que vai ser dessa história, quando e de que forma vai ser publicada, no momento estou só escrevendo. Vou contar pra vocês o tema, então: é sobre sereias.
 
12 - Que conselho você daria a pessoas que estão começando a escrever suas próprias histórias?
Acho que primeiro de tudo: faça por prazer e escreva o que te faz feliz. Amar esse momento de sentar e criar é fundamental. Não faça só porque acha que deve, ou decida explorar tal tema porque está em alta, simplesmente curta esse momento e não se censure antes da hora. Às vezes as ideias mais inusitadas são as que vão para frente. Seja paciente também consigo mesmo, e, claro, com os outros na hora de buscar publicação e divulgação, e se isso é o que você ama e acredita, vai fundo e não desista!   
 
Para você:
Escrever é... viajar para um universo maravilhoso.
Livros são... fundamentais para a vida.
Inspiração literária... J.K. Rowling, por toda sua trajetória tortuosa e sucesso merecido. 
Um livro: A Culpa É Das Estrelas. Por ter sido o primeiro livro a me fazer chorar.
Um personagem: Gandalf
Um(a) autor(a): Meg Cabot
Um Sonho... Ter um livro meu transformado em filme haha (ah vai, todo escritor quer isso)
 
 
 
Quer deixar um recado para os leitores?
Muito obrigada a quem leu essa entrevista, e aos que leram a resenha também! E convido vocês a conhecerem meu site (de cara nova!): www.paulaottoni.com.br e acompanharem as novidades, pois em breve meu novo livro será lançado pela Gutenberg e estarei postando mais informações nas redes sociais. Obrigada, Raquel, pela oportunidade de estar aqui no blog. Espero vê-los em breve! ;)
 
Você pode encontrar a autora nos seguintes links:
 
 
 
 
Para adquirir o Uma Princesa em Meu Lugar: http://www.bookess.com/read/8835-uma-princesa-em-meu-lugar/

5 comentários:

  1. Oie,
    parabéns para a autora e seu novo livro, a editora é boa.
    Não conhecia a autora, mas me pareceu bem simpática

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Raquel, como vai?
    Eu não conhecia a autora, adorei a entrevista.
    Parabéns pelas conquistas, Paula. Muito sucesso nessa carreira, que como eu bem sei, não é nada fácil.
    Grande beijo ♥

    Thati Machado;
    http://nemteconto.org

    ResponderExcluir
  3. Oi, Raquel! Tudo bem? Ainda não conhecia a autora, mas achei ela bem legal e simpática! Fiquei super curioso para saber mais sobre esse livro dela que será publicado pela Gutenberg! Ficarei no aguardo de novidades! rs Amei a entrevista! :)

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oii Raquel e oi Paula, tudo bem???? Adorei a entrevista meninas. E o caminho é esse mesmo. Persistir e também curtir. Curtir cada história e cada personagem :)
    Um beijão para as duas e sucesso nessa estrada.
    http://leiturakriativa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. You might be qualified for a complimentary $1,000 Amazon Gift Card.

    ResponderExcluir